Publicidade

Cruzeiro terá orçamento bem superior aos dos demais clubes da Série B

Postado em 28/12/2019 9:42

 

Mesmo em grave crise financeira, com destaque para a dívida total de R$ 700 milhões, o Cruzeiro terá orçamento bem superior aos dos demais clubes da Série B. O Conselho Gestor trabalha com a previsão de R$ 80 milhões em receitas – 73% inferior aos R$ 300 milhões estimados em 2019. Da quantia, cerca de R$ 60 milhões serão efetivamente aplicados no futebol, e o restante servirá para abater o passivo do clube.

Na Série B, a equipe que mais se aproximará do Cruzeiro em receita é o Vitória. No último dia 16, o Conselho Deliberativo aprovou orçamento de R$ 52 milhões – R$ 7 milhões a mais que em 2019. A reunião, contudo, não destrinchou a origem de cada arrecadação.
 
Rebaixado à segunda divisão ao lado do Cruzeiro, o Avaí tem previsão de arrecadar R$ 39 milhões, sendo R$ 18,1 milhões destinados ao futebol profissional. A Chapecoense, que também caiu para a Série B, vai apertar ainda mais o cinto, com R$ 13 dos R$ 38 milhões reservados à montagem do grupo e folha de pagamento reduzida de R$ 3 milhões para R$ 800 mil.
 
A Ponte Preta chegou a aprovar orçamento de R$ 64 milhões considerando uma subida à primeira divisão, mas não atualizou suas contas com a permanência na Série B. Se repetir 2019, usará R$ 24 dos R$ 39,9 milhões no futebol.
 
O América bateu na trave em relação ao acesso à Série A – ficou em quinto lugar, com 61 pontos, um a menos que o quarto colocado Atlético-GO. O presidente Marcus Salum já estabeleceu os recebíveis do clube em 2020: R$ 30 milhões.

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!