Publicidade

Com Hat-Trick de Fred; Cruzeiro mostra sua supremacia contra o América em pleno Independência

Postado em 31/03/2019 17:56

Resumo do Primeiro Tempo: O jogo iniciou-se sobre uma disputa acirrada do meio de campo, tanto a equipe do América como também a equipe do Cruzeiro procuraram batalhar por espaço, o que gerava uma característica ofensiva por parte de ambas as equipes logo no começo do jogo, o Cruzeiro porém conseguiu obter uma vantagem de ataque transpondo as defesas do América, porém não conseguindo atingir a área adversária, portanto tanto o América como também o Cruzeiro buscavam disputar a bola em questão, mostrando assim que ambas as equipes estavam aptas para disputar esse clássico. Porém o Cruzeiro em troca de passes mantinha a permanência da bola sobre os pés, aguardando uma jogada bem encaixada para que o marcador fosse aberto.

O jogo encontrava-se engrenado, corrido e igualitário por parte de ambas as equipes, havia entrega dos jogadores para que a bola circulasse diante do jogo com uma frequência bastante significativa, deixando com que a disputa fosse atrativo, gerando um jogo interessante para a maioria da torcida que encontrava-se no Independência.

O jogo se manteve morno até seus dezoito minutos quando numa jogada do Cruzeiro, em uma bola alçada para Fred, o cruzeirense de cabeça conseguiu ampliar o placar ao balançar das redes, fazendo com que o jogo finalmente ficasse ”tenso” para o América, que então, logo após o gol se viu ”desolado”, vendo-se perdido na criação de jogadas, assim sendo deixando com que o jogo do Cruzeiro fosse soberano diante dos gramados. Assim o América não conseguia se encaixar no jogo, fazendo com que a jogabilidade do time do Coelho não fosse tão presente como era já nos primeiros minutos de jogo.

O decorrer do jogo deixou claro que o Cruzeiro estava aproveitando melhor o jogo, fazendo com que suas jogadas fossem eficazes contra o América que se mantinha recuado e ineficaz em seus ataques, assim sendo poderíamos dizer que o jogo se resumia em uma única equipe, já que a outra se proporcionava a defender-se. O Cruzeiro portanto era o Senhor Absoluto de todo o jogo, proporcionando mais velocidade, ataque e também facilidade para o jogo. O primeiro tempo então mostrou um comando maior do Cruzeiro, que com facilidade soube administrar o jogo até o apito do intervalo. 

Resumo do Segundo Tempo: A equipe do Cruzeiro apresentou uma performance ainda mais predominante diante do começo do Segundo Tempo, assim mostrando-se completamente fechada e móvel para que evitasse o encaminhamento do América em qualquer fosse o setor e flanco de jogo, portanto as estruturas do Cruzeiro buscavam administrar o jogo e avançar com cautela à medida que o jogo se desenrolasse. 

Não demorou muito para que o Cruzeiro conseguisse aproveitar a falha de zaga do América que forneceu uma jogada para o time celeste, Robinho roubando a bola da zaga americana acionou Fred que avançava livre pelo outro lado fazendo com que sem goleiro Fred conseguiu ampliar o marcador, indo para 2 x 0, assim sendo o América viu-se com uma dificuldade ainda mais extrema. 

O América, por mais que estivesse limitado em suas ações, em uma bola alçada na área diante de um escanteio Diego Jussani conseguiu de cabeça diminuir o prejuízo do América, assim sendo conseguindo uma possível ”reação” americana e incendiando novamente o jogo com um América que se via prestes a propor o jogo.

O Coelho então se mostrou com uma força ainda maior do que a do próprio Cruzeiro, assim sendo o jogo ficou com um cenário extremamente novo, fazendo com que o América fosse o dominante do jogo após realizar seu primeiro gol, no caso correndo atrás do prejuízo o time americano procurou controlar o jogo. Porém por mais que houvesse uma pressão americana, Marquinhos Gabriel auxiliou Fred, num lançamento quase que rasteiro para dentro da área, novamente sem goleiro; Fred conseguiu avançar e ampliar o marcador para o Cruzeiro, assim sendo 3 x 0 para o Cruzeiro.

O jogo voltou em seu temperamento morno, assim sendo o América por mais que buscasse avançar via-se barrado pela defesa cruzeirense, com isso a mobilização da Raposa se mostrou em administração para com o jogo. Porém em mais uma bola alçada para a grande área o América conseguiu diminuir o prejuízo, assim o América conseguiu seu segundo Gol aos 39 minutos do Segundo Tempo, Jonatas Belusso ajudou o time da casa, mantendo o América ainda vivo adentro da competição por mais que houvesse uma desvantagem no placar. O jogo enfim apertou-se, assim o clima ficou ainda mais tenso em relação a todas as jogadas criadas, o América enfim apertava o Cruzeiro de todas as formas. O jogo enfim finalizou-se com um placar de 3 x 2.

Veja as fotos do cenário:

Oliveira Lima entrevista Vibrantinho, do programa Alterosa Esporte, filho do narrador Alberto Rodrigues da Itatiaia:

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!