Publicidade

Levantamento classifica São João del-Rei em situação de alto risco de infecção de doenças transmitidas pelo Aedes Aegypti

Postado em 02/02/2021 14:00

Durante as visitas da Prefeitura, foram encontrados mais de 100 focos do mosquito Aedes Aegypti

O primeiro Levantamento Rápido de Índices para Aedes Aegypti (LIRAa) de 2021 classificou São João del-Rei, na Zona da Mata, em situação de alto risco de infecção de doenças como dengue, zika e chikungunya.

De acordo com as informações da Secretaria Municipal de Saúde, 104 focos do mosquito foram encontrados em 2.167 imóveis visitados pelas equipes da Prefeitura.

Advertisement

Conforme o Ministério da Saúde, o índice só é considerado satisfatório quando fica abaixo de 1%. Já a situação de alerta é quando existe um intervalo entre 1% e 3,9%. Quando o índice é igual ou superior a 4% é considerado risco de surto.

A cidade registrou um índice de 4,39%. Os bairros com maior número de focos registrados foram Dom Bosco, Fábrica e São Caetano, sendo nove detectados em cada local.

A Prefeitura notificou os proprietários dos imóveis e ações vão ser direcionadas aos pontos para prevenir a proliferação do mosquito.

Neste período chuvoso, a recomendação é cobrir ou vedar o armazenamento de água para consumo, vistoriar e lavar com frequência os vasos e bebedouros de animas, consertar calhas, lajes e toldos que possam acumular água, vedar sanitários e ralos em desuso e descartar lixo em ambiente adequado.


 

Postado originalmente por: Portal AMIRT

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
plataforma ead
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!