Publicidade

Em experimento, grupo se isola em caverna para identificar efeitos do confinamento na França

Postado em 19/03/2021 15:00

Os 15 participantes estão desde o último domingo (14) isolados em uma caverna

Um grupo de voluntários da França resolveu levar o isolamento social ao extremo e foi parar em uma caverna. O objetivo é avaliar os efeitos do confinamento, durante o período de seis semanas.

O grupo composto por 15 pessoas, sendo homens e mulheres, seguiu para o local no último domingo (14).  Eles estão em uma caverna de Lombrives, nas montanhas dos Pireneus, ao Sul de Toulouse, junto com Christian Clot, líder e explorador franco-suíço.

Advertisement

O espaço cavernoso fica abaixo da superfície da terra. Eles não terão acesso a telefone, relógio ou luz natural. Porém, cada indivíduo possui suas próprias tendas e certa privacidade.

“Três espaços separados foram montados: um para dormir, um para morar e outro para fazer estudos de topografia, em particular para fauna e flora”, disse Clot a uma emissora de TV, poucas horas antes de entrar na caverna.

Os participantes, que têm entre 27 e 50 anos, precisarão se adaptar a temperatura de 12 graus Celsius e 95% de umidade da caverna.

Todos eles foram equipados com sensores e estão sendo acompanhados por cientistas do lado de fora.

“Até agora, esse tipo de missão tinha como objetivo estudar os ritmos fisiológicos do corpo, mas nunca o impacto desse tipo de desconexão do tempo nas funções cognitivas e emocionais de um ser humano”, destacou Etienne Koechlin, diretor do Departamento de Neurociências Cognitivas da Ecole Normale Superieur, em Paris. Ele faz parte da equipe de monitoramento.

 

The post Em experimento, grupo se isola em caverna para identificar efeitos do confinamento na França first appeared on Portal Amirt.

Postado originalmente por: Portal AMIRT

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
plataforma ead
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!