Publicidade

Rascunhos da Vida

Rascunhos da Vida: Raiva de “gente sonsa”

Postado em 10/08/2020 6:00

“Tenho raiva de gente sonsa”, já escutei muito isso e em alguns momentos também falei, ou pensei. O vocábulo sonso demonstra categorias de pessoas. Ela descreve o dissimulado, o manhoso, o astuto, o velhaco, o palerma ou bobinho, e o safado. Dependendo o contexto da frase que você está usando a mesma palavra servirá para atitudes diferentes.

Efésios 4.26,27

Retirado do site: https://www.pexels.com/pt-br/foto/moda-tendencia-pessoa-mulher-3641817/

“Meu cachorro Théo é tão sonso que dorme aos meus pés” estou dizendo que Théo é muito manso. “Aquele rapaz finge de sonso” sendo assim ele é dissimulado. “Não gosto de passar em frente a construções tem muito pedreiro sonso, disse a bela garota”, ou seja, o significado é de safadeza. “Fazer negócios com pessoas sonsas é sempre prejuízo” aqui o sonso é o velhaco. O que podemos concluir é que uma mesma palavra pode descrever inúmeras ideias e algumas delas totalmente diferentes.

“Irai-vos, e não pequeis; não se ponha o sol sobre a vossa ira; nem deis lugar ao Diabo”. Parece confuso a instrução de Paulo, até porque a ira aparece na lista de obras da carne em sua carta aos Gálatas no capítulo cinco. No entanto não há nenhum erro ou discrepância no texto. A palavra IRA nem sempre significa algo mal, ela possui um grande gama de compreensões.

Ira pode ser uma irrupção injusta, ou a ausência de autocontrole, uma força motriz de um pecado, até a expressão natural dos desejos da carne. No entanto, pode ser uma correta indignação, uma inconformidade autocontrolada, a expressão contrária aos atos pecaminosos, e até uma expressão de justiça divina. A ira em si é um sentimento que conforme é usada tem a capacidade de ser pecaminosa.

Isso me lembra duma frase do fictício Mestre Yoda: “O medo é o caminho para o lado negro. O medo leva a raiva, a raiva leva ao ódio, o ódio leva ao sofrimento”. O sentimento da ira pode ser bom ou ruim. Como sentimento ele é sempre neutro, mas o uso de sua expressão me leva a agir bem ou mal. É perfeitamente normal irar-se com um crime hediondo como o estupro de uma criança. Mas agir na ira com crueldade ao criminoso é pecado. É do homem o indignar-se contra a corrupção na política no cenário Brasileiro. Mas usar essa ira para expressar sua indignação em palavras torpes ou ações de agressão física é pecado.

O alerta de São Paulo é para que não permitamos à ira se transformar em pecado, e ao tornar-se um ato pecaminoso leve o homem permitir que satanás influencie sua vida. A ira contra o mal deve estar presente em nosso coração. Mas o agir com ira longe de nossas ações. Você precisa lembrar que pertence ao Senhor a ira no sentido de justiça divina, e Ele a aplicará no tempo oportuno. Nem eu, nem você somos juízes do universo, mesmo que um dia participemos do julgamento dos anjos. Não somos detentores da punição ao homem mau, mas Deus é o justo juiz. E ele fará com que as punições recaiam com ira sobre aqueles que não forem redimidos pelo sangue do cordeiro.

Pense nisso, e realmente esforce para não pecar nos seus dias de ira. Mas irai-vos contra o pecado e contra o mal, não se conformando com a normalidade de um mundo tão sombrio e corrupto.

Um grande e forte abraço!
Nos fraternos laços do amor de Cristo.

Rodrigo Fonseca Andrade
Um servo que se ira, e já pecou muito por causa disso.

Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

<
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios

Rodrigo Fonseca Andrade é um microempreendedor, teólogo e professor de línguas clássicas (Grego Koinê e Hebraico Massorético). Casado com Sílvia e pai de João Victor e Isabelle. Com formação em Tecnologia, Meio Ambiente e Teologia. Tem como objetivo principal tornar o conhecimento teológico simples e abrangente. Sendo assim demonstra através de fatos da vida como Deus é soberano e dirige nossa história pessoal. Neste blog você lerá, lembrará e se identificará com muitos dos fatos bíblicos exemplificados de forma simples e objetiva.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!