Rascunhos da Vida

Rascunhos da Vida: Pode pegar a massa de bolo?

Postado em 21/05/2020 6:00

A cada dia tenho aprendido coisas diferentes. Algumas me encantam outras me decepcionam. Mas, em todas elas tenho visto como Deus usa as pequenas coisas para direcionar o seu propósito.

Provérbios 6.30

Retirado de Arquivo Pessoal.

Nestes últimos dias aprendi que pessoas mal intencionadas usam a máquina pública para conseguir enriquecer ilicitamente. Muitos produtos são vendidos mais caros que precisariam, outras pessoas que não tem direito a benefícios se cadastram para tentar conseguir algum tipo de privilégio. Pessoas inescrupulosas oferecem serviços ou auxílio esperando o dia das urnas para conquistar algo para si ou para sua legenda.

Mas também tenho aprendido que quem realmente precisa de ajuda tem o coração grato, e muitas vezes está disposto a contribuir para auxiliar quem pode ter menos que ele. Que quem necessita não se preocupa se é o governo que está fazendo ou se alguém desconhecido está batendo a sua porta.

Há alguns dias temos montado uma “mesa da solidariedade” em frente a nossa loja. Não é uma ideia minha, mas eu e minha esposa vimos uma reportagem na TV mostrando como funciona e isso moveu o coração dela ao me dizer: “Podemos fazer isso também”, então reunimos amigos e levantamos ofertas. Montamos a mesa e temos sido extremamente gratos por poder ajudar.

A nossa mesa não é igual as que temos visto, não tem nome de loja, não tem nome de igreja, não tem nome de candidato, na verdade, não ficamos nem próximos a ela, então vemos pessoas passando pela mesa pegando o que precisam outras contribuindo com o que tem. Vizinhos, amigos e clientes têm ajudado. Algumas que precisam ficam sem graça, e perguntam se podem mesmo pegar, a nossa resposta é: “fique a vontade, é um prazer ajudar”. Algumas vezes ouvimos as histórias, outras só os comentários, pois tentamos não ficar perto para não constranger as pessoas.

Mas duas situações chamaram minha atenção: Uma senhora que pegou o que precisava, e disse para minha esposa, eu precisava do açúcar, mas não consigo levar. Ela comentou com minha esposa que tinha roupas para doar também. Passado algumas horas ela voltou, trazendo as roupas para doação e levou o açúcar. Mesmo precisando, seu coração queria contribuir. Outra situação, mãe, filha e neta me chamaram perguntando se poderiam pegar um litro de óleo. A resposta foi à mesma: “fique a vontade, é um prazer ajudar”, então me distanciei e as deixei sozinhas. De longe ouvi a menina dizendo: “mãe, pode levar a massa de bolo?”, e eles levaram o óleo, algo a mais e a “massa de bolo”. Fiquei feliz com isso.

Um ladrão é desprezado, mesmo roubando para comer, assim diz Salomão. Um corrupto pode existir em qualquer casta da sociedade, da mais humilde à que não temos acesso como pessoas comuns. Um coração alegre agradece as mínimas coisas e um necessitado sempre reconhece que existem muitos que estão em pior situação. Pense comigo, não importa o quanto você faça para ajudar quem necessita, o importante é ajudar. Não importa se lhe reconhecem, se lhe agradecem, nossa missão nesta terra é aliviar o sofrimento daqueles que o Senhor coloca ao nosso derredor. Portanto, faça sua parte mesmo não esperando reconhecimento.

Um grande e forte abraço!
Nos maravilhosos laços do amor de Cristo.

Rodrigo Fonseca Andrade
Um servo que agradece por você que tem ajudado e mais ainda por você que foi ajudado.

Veja também
<
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
Autor do blog: Rodrigo Fonseca Andrade

Rodrigo Fonseca Andrade é um microempreendedor, teólogo e professor de línguas clássicas (Grego Koinê e Hebraico Massorético). Casado com Sílvia e pai de João Victor e Isabelle. Com formação em Tecnologia, Meio Ambiente e Teologia. Tem como objetivo principal tornar o conhecimento teológico simples e abrangente. Sendo assim demonstra através de fatos da vida como Deus é soberano e dirige nossa história pessoal. Neste blog você lerá, lembrará e se identificará com muitos dos fatos bíblicos exemplificados de forma simples e objetiva.

error: Este conteúdo é protegido!