Taxista ainda tentou pedir ajuda antes de morrer, aponta reconstituição

Postado em 13/06/2019 19:03

A Polícia Civil realizou hoje a reconstituição do assassinato de um taxista no bairro Campina Verde. O crime ocorreu em fevereiro deste ano. Reproduzir os fatos foi essencial para o desenrolar das investigações. O suspeito ainda não foi encontrado.

O taxista foi morto depois de uma tentativa de assalto na madrugada de sábado, dia dois de fevereiro. Paulo Santo Rodrigues, de 40 anos foi esfaqueado na rua Asa Delta quase esquina com Tubarões, no bairro Campina Verde.  A vítima e o suspeito do crime saíram de um ponto de táxi, na rua Goiás, quase esquina com Rio Grande do Sul.

No entanto, nada foi levado. Por volta das 5h16 da manhã, as imagens do circuito de segurança de uma loja registram o suspeito andando na calçada da rua Goiás. As câmeras de uma farmácia também captam o homem caminhando em direção ao ponto de táxi. É nesse momento que reconstituição começa. Um policial refez os passos do suspeito até o taxista. Antes de entrar no carro, eles conversam. O homem entra pela porta de trás e segue em direção ao bairro Campina Verde.

Câmeras de estabelecimentos próximos ao ponto de táxi, registraram o momento em que o suspeito caminha na direção ao veículo. [IMAGEM: Reprodução/Circuito de Segurança]

 

Segundo a Polícia Civil, ao chegar no bairro, o taxista e o assaltante circularam por várias ruas do bairro até chegar no ponto principal. O taxista foi golpeado com um objeto cortante na altura do pescoço. Na reconstituição, o motorista do táxi ainda desce do carro e pede ajuda em uma casa.

Sem ser atendido, Paulo sobe mais um quarteirão e para o veículo. Ele desce do carro e cai desacordado. Enquanto isso, câmeras de monitoramento de residências próximas registram a fuga. Da pra ver pelas imagens que ele foge com que parece ser uma faca na mão. Familiares de Paulo Santo Rodrigues acompanharam a reconstituição do crime. O taxista deixou um filho de nove anos. Com base nos vídeos obtidos pela investigação, a polícia tenta localizar o autor. Quem tiver informações que colabore, pode denunciar pelo Disque Denúncia – 181. 

 

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: Este conteúdo é protegido!