MP afirma: Empresa prestava serviço ao DIVIPREV sem contrato e recebia mais de 70 mil

Postado em 05/02/2019 18:52

O Instituto de Previdência dos Servidores do município de Divinópolis conhecido como DIVIPREV esta sendo investigado pelo Ministério Publico por fraudes a procedimentos licitatórios destinados a contratação de empresas para executar serviços de assessoria jurídica. O valor anual desse serviço é de aproximadamente 76 mil reais.

Foram cumpridos 12 mandatos de busca e apreensão em Divinópolis, Belo Horizonte, Nova Lima e Santa Luzia, e uma ordem judicial de afastamento da presidente do DIVIPREV. O contrato começou em agosto de 2017 e tinha validade de 12 meses porem ao que tudo indica a empresa ainda está atuando no Instituto.

As investigações começaram no ano passado após denuncias, as empresas que receberam a carta convite para participar da licitação também serão ouvidas. Há indícios de que os investigados praticaram os crimes de fraude à licitação, peculato e falsidade ideológica.

Em nota a prefeitura se posicionou sobre o assunto e disse que “aguarda os desdobramentos dos procedimentos judiciais determinados em face do DIVIPREV, autarquia das mais sérias e renomadas do estado de Minas Gerais, e buscará acesso aos autos do processo respectivo para o pleno conhecimento. O executivo ainda se posicionou em defesa da servidora comissionada que foi afastada da função”.

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com