Publicidade

Mulher agredida por MC Reaça está internada e deverá passar por cirurgia, o Funkeiro suicidou após a agressão

Postado em 04/06/2019 13:30

Cantor morreu no último sábado (1) (Foto: Reprodução/Facebook)

Funkeiro, conhecido por compor jingles da campanha de Bolsonaro, suicidou-se após a agressão

Uma agente de viagens de 28 anos, agredida na madrugada do dia 1º de junho pelo funkeiro e instrutor de boxe Tales Alves Fernandes, 25 anos, conhecido como Tales Volpi ou MC Reaça, está internada no Hospital Augusto de Oliveira Camargo, em Indaiatuba, no interior de São Paulo, e deverá ser submetida a uma cirurgia.

 

Advertisement

Até que a vítima autorize, a reportagem não divulgará o seu nome para preservar a sua privacidade.

De acordo com boletim de ocorrência da Polícia Civil de Valinhos, após a agressão o funkeiro se matou. O corpo de Tales foi encontrado na rodovia Dom Pedro I, na altura do km 116.

O funkeiro era casado com outra mulher e teria agredido a agente de viagens, com quem mantinha um relacionamento extraconjugal, após ela revelar que estava grávida. A mulher já deixou a UTI e seu estado de saúde é estável.

A cirurgia só deverá ocorrer quando o inchaço dos hematomas diminuir. A informação foi dada à reportagem pela assessoria do hospital, que disse ainda não ter autorização dos familiares para confirmar se ela estava grávida ou não.

Depois do crime, Tales teria enviado uma mensagem de áudio para a esposa dizendo que, caso a amante sobrevivesse às agressões, que ela cuidasse da amante e do bebê. O boletim da agressão foi registrado em outra delegacia, na cidade de Indaiatuba, pelo pai da vítima. No documento, o pai diz que a filha sofreu hematomas na face e no olho direito, além de fraturas no maxilar e aponta Tales como o autor das agressões.

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
plataforma ead
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!