Publicidade

Uso constante de maconha por causar a perda de inteligência diz estudo

Postado em 29/05/2021 7:30

Foto: Pixabay

Adolescentes que fumam maconha pelo menos uma vez por semana durante 6 meses podem perder até 2 pontos de QI à medida que envelhecem e têm mais dificuldades para resolver problemas, revelou um novo estudo.

O Royal College of Surgeons, da Irlanda, analisou 808 adolescentes que usaram Cannabis sativa pelo menos uma vez por semana ao longo de 6 meses e 5.308 que não usaram a droga. Eles descobriram que os fumantes regulares sofrem um declínio de quase 2 pontos de QI ao longo do tempo em comparação com aqueles que não usaram maconha durante a adolescência.

Uma análise posterior mostrou que o QI verbal, ligado à compreensão de conceitos, raciocínio abstrato e memória, diminui em quase 3 pontos entre aqueles que ficam “chapados”. A maconha é a droga ilícita mais usada em todo o mundo, sendo os jovens os usuários mais comuns, de acordo com a equipe por trás desta nova pesquisa. Só no Reino Unido, 29,6% das pessoas com idade entre 16 e 59 anos disseram ter usado a droga pelo menos uma vez na vida.

Advertisement

Exames de ressonância magnética usados como parte do estudo também revelaram que aqueles que fumaram maconha mesmo o uso mínimo durante a adolescência, mostraram evidências de massa cinzenta reduzida no cérebro.

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
plataforma ead
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!