Publicidade

EUA pressionaram Brasil a não comprar a Sputnik V, aponta documento do governo Trump

Postado em 15/03/2021 18:43

Um relatório do governo dos Estados Unidos produzido na gestão de Donald Trump afirma que o país persuadiu o Brasil a não comprar a Sputnik V, vacina contra a Covid-19 desenvolvida pela Rússia. A informação está em um documento do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos EUA (HHS, na sigla em inglês) sobre as ações tomadas em 2020.

O relatório cita dois exemplos da coordenação com outras agências governamentais dos EUA para “fortalecer os laços diplomáticos e oferecer assistência técnica e humanitária para dissuadir os países da região de aceitar ajuda desses estados mal-intencionados”:

Advertisement
  1. o uso do escritório do adido de saúde da OGA para persuadir o Brasil a rejeitar a vacina russa contra Covid-19;
  2. e a oferta de assistência técnica do CDC para o Panamá não aceitar uma oferta de médicos cubanos

Sputnik V no Brasil

Na sexta-feira (12), o governo brasileiro anunciou a compra de 10 milhões de doses da Sputnik V. O anúncio foi feito após o consórcio de governadores do Nordeste negociar outras 37 milhões de doses da vacina russa.

Apesar dos anúncios dos governos federal e estaduais, a Sputnik V ainda não foi aprovada pela Anvisa para uso emergencial no Brasil.

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
plataforma ead
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!