Publicidade

Papa Francisco doa respiradores para hospitais do Brasil

Postado em 30/08/2020 18:48

O papa Francisco doou 18 respiradores e seis aparelhos de ultrassom portáteis a unidades hospitalares do Brasil, para o tratamento e terapia intensiva de pacientes e contaminados pela covid-19.  A entrega oficial dos equipamentos foi realizada neste domingo (30), pelo Cardeal Orani João Tempesta, do Rio de Janeiro, ao Hospital São Francisco na Providência de Deus (HSF).

No Rio de Janeiro, o Hospital São Francisco na Providência de Deus (HSF), recebeu quatro ventiladores e um ecógrafo, um tipo de ultrassom portátil.   Os equipamentos foram enviados por meio de uma parceria da Santa Sé com a empresa Hope Onlus Association, especializada no setor. 

O Hospital São Francisco na Providência de Deus, o único a receber a doação dos aparelhos no Rio de Janeiro, já era conhecido do papa, que, em 2013, durante a Jornada Mundial da Juventude, visitou a unidade. Atualmente, 15 pacientes diagnósticos com a doença estão em tratamento no HSF, sendo nove no CTI e os outros em leitos de internação.

Neste domingo, na entrega dos equipamentos, o arcebispo Metropolitano do Rio de Janeiro, cardeal Orani João Tempesta, celebrou uma missa em ação de graças. “O Santo Padre, papa Francisco, tem se preocupado em dar soluções concretas para esse momento em que há muita contaminação pela covid -19 e tem oferecido a várias situações ambulatórios e hospitais do mundo inteiro alguns aparelhos para ajudar a solucionar o problema. Aqui no Brasil chegaram respiradores, e outros aparelhos também que estão sendo distribuídos de norte a sul do Brasil”, disse dom Orani.

Os médicos italianos Antônio Guizzetti e Paolo Tacchini vieram ao Brasil para representar a empresa que participa da doação e acompanhar a instalação dos equipamentos. No Hospital São Francisco na Providência de Deus, os aparelhos foram montados no CTI e devem entrar em funcionamento nos próximos dias.

Para o diretor do HSF, frei Paulo Batista, a pandemia trouxe situações de muitas tristezas, mas de solidariedade e boas ações. “Com esses equipamentos teremos como salvar mais vidas e cuidar do ser humano. Isso é o que mais importa nesse momento tão delicado”, disse.

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!