Itaúna pode ter o primeiro caso de intoxicação por causa da cerveja Belorizontina após mulher procurar hospital com sintomas

Postado em 15/01/2020 18:15

 

De acordo com a Secretaria Muncipal de Sáude, o casal procurou a secretaria e foi orientado a ir ao Hospital Pronto-Socorro Manoel Gonçalves. A mulher, de 23 anos, apresentava náusea, dor abdominal e diarreia. O homem, de 30 anos, não tinha sintomas.
 
Eles levaram também uma garrafa vazia da cerveja Belorizontina, do lote L2 1354. Na segunda-feira, a Polícia Civil identificou o dietilenoglicol em garrafas desse lote.
 
O casal disse que consumiu a bebida no dia 9, quinta-feira, por acreditarem que a contaminação estivesse restrita a outro lote. Até então, a informação era sobre a contaminação no lote L1 1348 e L2 1348.

“A mulher que teve alguns sintomas leves está em casa, não está internada”, afirmou Meira. Após os exames ela foi liberada. Segundo dados da área de epidemiologia da Secretaria, a mulher estaria inclusive trabalhando. Ela teria ingerido a bebida na quinta-feira, chegou a procurar um PSF na sexta e posteriormente procurado o Pronto Socorro. Ela e o companheiro teriam ingerido uma garrafa da bebida juntos.

Em relação à mulher, foram coletados exames que serão enviados à Fundação Ezequiel Dias, em BH, para averiguação.

O que é o dietilenoglicol?

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: Este conteúdo é protegido!