Publicidade

Divinópolis teve seis casos suspeitos de vacinação contra Covid-19 sendo de fabricantes diferentes

Postado em 25/04/2021 18:42

Cerca de 2,5 mil pessoas podem ter recebido a vacinação contra a Covid-19 de fabricantes diferentes do imunizante entre a primeira e a segunda aplicação. Em Minas 2.360 pessoas tomaram a primeira dose da AstraZeneca/Fiocruz e o complemento da Coronavac (Sinovac/Butantan), enquanto outras 195 receberam a Coronavac e depois a AstraZeneca. 

O suposto erro na aplicação de doses foi registrado em 423 municípios mineiros. Belo Horizonte e Lavras concentram a maior parte dos casos, com 200 vacinados de forma trocada em cada uma das cidades. Em seguida, aparecem Governador Valadares (68), Santa Luzia (46), Uberaba (44) e Varginha (43). Divinópolis surge no documento com seis casos. São Sebastião do Oeste dois casos e quatro em Araújos. Em Nova Serrana com 11 casos e Itaúna dois registros

A prefeita de Lavras, Jussara Menicucci, foi categórica ao classificar como “impossível” o número de erros encontrado nos dados do Ministério da Saúde. Ele ao Jornal O Tempo disse que pode ter havido falha no processamento das fichas pela pasta federal.

Advertisement

O levantamento foi realizado pelo Jornal O Tempo

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
plataforma ead
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!