Seis mil bares e restaurantes podem encerrar as atividades em BH

Postado em 16/05/2020 6:42

 O presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), Ricardo Rodrigues. 

“Temos 22 mil estabelecimentos hoje em Belo Horizonte. É provável que 30% não consigam reabrir. Isso é muito triste, é muito ruim. Em um primeiro momento, logo quando foi decretado o fechamento por tempo indeterminado dos estabelecimentos, colocamos parte de nossos funcionários em férias. Paralelamente, o governo federal criou a Medida Provisória dos Salários (MP 936, que permite a redução da carga horária e salário dos colaboradores). Entretanto, essas medidas são paliativas.”, destacou Rodrigues. 

 

Em Belo Horizonte, o prefeito Alexandre Kalil determinou o fechamento de bares e restaurantes, entre outros estabelecimentos, no dia 20 de março. Foi uma das primeiras medidas apresentadas na capital mineira para evitar a propagação da Covid-19. 

Sem apoio

A Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) informou que tem previsão de queda de receita de R$ 1 bilhão para 2020, até o momento, e por isso não há possibilidade de concessão de benefícios a setores econômicos até que se tenha melhores condições de prever o encerramento do ano. 

A PBH destacou ainda que, embora essa situação seja uma preocupação da Prefeitura –  que já está conversando com setores econômicos de diferentes segmentos e estudando as demandas –  a prioridade, agora, é com despesas relacionadas à assistência à saúde dos cidadãos.

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
error: Este conteúdo é protegido!