Publicidade

PCMG investiga revendedoras de carros de luxo por estelionato

Postado em 10/06/2021 14:38

PCMG investiga revendedoras de carros de luxo por estelionato

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) apreendeu, na terça-feira (8/6), cinco veículos que haviam sido objetos de estelionato por responsáveis de agência revendedoras de veículos, situada na zona sul de Belo Horizonte. Os veículos BMW X2, Ford Fusion, Kia Carens e Toyota Hilux foram localizados pela equipe da Divisão Especializada em Prevenção e Investigação a Furto e Roubo de Veículos (DEPIFRVA), no bairro Nova Floresta, região leste da capital. Em Santa Catarina, no município de Brusque, com o apoio da Polícia Civil local, a equipe apreendeu o veículo Jeep Compass.

De acordo com as investigações, os suspeitos atraíam as vítimas com a promessa de revendas ágeis, informando-as que os veículos deveriam ser deixados na agência de forma consignada para serem oferecidos a potenciais compradores. Um documento formalizava o negócio e, somado a isso, as vítimas mantinham em sua posse o Certificado de Registro de Veículos (CRV), acreditando que assim estariam respaldadas.

De acordo com o delegado Domiciano Monteiro, chefe da DEPIFRVA, os investigados ganhavam tempo com as vítimas, em vários casos oferecendo veículos de terceiros, prometendo regularização, o que não ocorria. Monteiro explica que as investigações tiveram início há três meses e o número de vítimas, ainda em levantamento, deve superar uma centena.

Advertisement

“O prejuízo estimado causado pelos investigados é de aproximadamente dez milhões de reais. Eles lesavam também os terceiros para quem ofereciam os veículos, eis que recebiam uma parte do valor, entregando o veículo, ficando o montante restante pendente para o momento de entrega do CRV, o que nunca acontecia”, disse o delegado.

As investigações apontam que, em alguns casos, os suspeitos obtiveram valores decorrentes de financiamentos realizados em nome de laranjas. A PCMG prossegue investigando o caso, a fim de apurar de forma completa o esquema criminoso.

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
plataforma ead
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!