Publicidade

Nova Serrana teve uma queda de 15% nas vendas em 2020.

Postado em 07/01/2021 10:11

Presidente do Sindinova – Ronaldo Andrade Lacerda

De acordo com o presidente do Sindicato Intermunicipal das Indústrias de Calçados de Nova Serrana (Sindinova), Ronaldo Lacerda, mesmo com os esforços, não foi possível recuperar as perdas registradas nos primeiros meses de 2020, porém, o setor, no segundo semestre, deve ter fechado com alta de 2% a 3% nas vendas. 

Parte da queda foi recuperada mas a estimativa é de ter encerrado o ano com retração de 10% a 15% em relação ao ano de 2019.

“As empresas estão trabalhando com os custos dos insumos muito elevados, tivemos aumentos de 50% a 100% dependendo do produto. Mas estamos reinventando os processos para não repassar essa alta tão expressiva”.

Expectativa para 2021

“Encontramos o caminho no segundo semestre e devemos encerrá-lo com alta de 2% a 3% frente a igual período do ano anterior, mas, no ano, ainda teremos queda de 10% a 15%. Para 2021, a gente vai adotar os cuidados necessários para continuar trabalhando. A situação ainda é delicada, por isso, exige muita atenção e cautela. Mas o aumento do consumo está acontecendo e as lojas estão vendendo. Com a pandemia, as pessoas se voltaram mais para o consumo de produtos nacionais e isso é importante para que a indústria nacional seja fortalecida”.

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!