Publicidade

Mulher morre com suspeita de síndrome nefroneural em Pompéu, entenda o caso

Postado em 14/01/2020 12:42

A Secretaria Municipal de Saúde de Pompéu, informou, na manhã desta terça-feira (14), que uma moradora do município morreu com sintomas da síndrome nefroneural causada pela contaminação por dietilenoglicol, substância encontrada em garrafas da cerveja Belorizontinae detectada no organismo de alguns dos pacientes internados com o problema no estado.
 
A vítima esteve em Belo Horizonte a passeio entre 15 e 21 de dezembro na residência de parentes no Bairro Buritis, Região Oeste de Belo Horizonte. Ela apresentou sintomas da síndrome nefroneural e morreu em 28 de dezembro. O Pronto Atendimento onde ela estava internada entrou em contato com a família e foi relatado que ela bebeu a cerveja Belorizontina. 
 
A Secretaria de Estado de Saúde ainda não contabilizou a morte da mulher. Ontem, 13, a Secretaria informou que contabiliza 17 casos suspeitos de intoxicação pelo dietilenoglicol, sendo 16 de homens e um de uma mulher. Quatro casos foram confirmados, sendo uma morte, e outros 13 estão sob investigação. “Reforçamos que caso tenhamos atualizações ao longo do dia, as mesmas serão publicadas no site da SES”, informou a assessoria do órgão.
 
 
Nota oficial da Secretaria de Pompéu:
 

 

Publicidade
Veja também
Noticias relevantes:
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!