Prefeitura emite nota onde qualifica o deputado federal André Janones de 'pau mandado' - Portal MPA

Publicidade

Prefeitura emite nota onde qualifica o deputado federal André Janones de ‘pau mandado’

Postado em 28/05/2020 14:17
Publicidade

Após circular nas redes sociais a informação oferecida pelo deputado federal por Minas Gerais André Janones que foi replicada até mesmo por pré-candidatos, onde afirma-se que o parlamentar enviou um milhão de reais para ajudar no combate a pandemia e esse dinheiro está disponível na conta da prefeitura, ainda segundo as redes sociais isso ocorreu ha um mês. Os propagadores da informação ainda supõe desvios ao mencionar que não sabe aonde está esse dinheiro, pois a prefeitura nem divulgou que o tinha recebido.

A prefeitura emite uma nota onde afirma que a informação causou perplexidade à Administração Municipal e ao povo de Divinópolis. “O vídeo que circula nas redes sociais do senhor André Janones que, de forma subserviente e mesmo desqualificada para quem ocupa um cargo da envergadura de um Deputado Federal por Minas Gerais, se presta ao papel de ‘pau mandado’ de políticos de nossa cidade com interesse nas eleições. Ao apresentar ilações descabidas e irresponsáveis, que questionam a aplicabilidade de uma emenda de R$ 1 milhão por ele destinada, o deputado mostra publicamente seu despreparo para a função, uma vez que, conforme o Município já comprovou, tal recurso tem como objeto a utilização no custeio de procedimentos de média e alta complexidade que contemplam a realização de cirurgia eletivas, atualmente suspensas pelo Governo do Estado em decorrência da pandemia. Ou será que o deputado não tem conhecimento disso?”, diz a nota logo na abertura

A nota continua afirmando que o deputado mente. “Ou será que que o deputado não sabe que o objeto de uma emenda não pode ser mudado, informação básica que qualquer deputado. Aliás, é bom o senhor deputado ficar atendo a esse discurso já desmascarado de alguns irresponsáveis da nossa região que anunciam uma emenda e depois afirmam que o mesmo será alterado, sem que a lei permita isso”, afirma.

Para a prefeitura o deputado é desconhecido de Divinópolis. “Tenta conseguir entrar no cenário político local pela porta dos fundos, sorrateiro e com segundas intenções. Pois saiba que o cartão de visita que o senhor acaba de apresentar não condiz com a prática do povo do Centro-Oeste de Minas. Pelo contrário, aqui não levantamos suspeitas sobre sua história ou seu trabalho, principalmente quando se trata de um desconhecido, como o caso do deputado”, e segue.

Também estabelece um desafio ao deputado. “A seriedade com que fazemos política nos ensina a convidar o senhor, publicamente, para nos fazer uma visita. Frente a frente, queremos que o senhor venha a Divinópolis para apresentarmos, pessoalmente, a aplicação de cada centavo gasto com a saúde em nosso município. Acreditamos que o senhor terá, no mínimo, a hombridade em aceitar tal convite o mais rápido possível. Mais que isso, enquanto aguardamos a sua confirmação, já providenciamos o envio dos documentos comprovando que o recurso está depositado na conta do Fundo Municipal de Saúde aguardando a liberação para das cirurgias para ser utilizado”, diz a nota.

O desafio também é uma retratação. “Acreditamos também que, feito isso, o senhor tenha a dignidade e o respeito com o povo de Divinópolis em se retratar publicamente da mesma forma com que se prestou agora a fazer irresponsavelmente. Afinal, é assim que homens de bens tratam os assuntos de interesse da nossa população”, conclui.