Publicidade

Líder do governo rebate acusações da atual presidente do Solidariedade

Postado em 11/08/2020 14:44

Em meio a diversos debates que envolvem como a cidade deve se portar diante da pandemia do novo Coronavírus, o cenário político esquenta com mais um discurso inflamado na busca de alcance nas redes sociais. Desta vez, a pré-candidata a prefeita pelo Solidariedade, Laiz Soares, em entrevista ao site Divinews, afirmou que o vereador Eduardo Print Júnior (PSDB) ter “carguinhos e coisinhas a mais” na Prefeitura de Divinópolis. Entretanto, a pré-candidata não mostrou provas ou evidências, o que coloca em descrédito todo seu discurso.

Eduardo Print Júnior se mostrou surpreso com a declaração, uma vez que confirmou que conversou por diversas vezes com Laiz no início do ano. “Eu estava numa reunião muito importante hoje pela manhã, para tratar sobre mais investimentos para a cidade, quando pipocou de mensagens no meu telefone sobre isso. Com as eleições chegando, quem é desconhecido na cidade busca qualquer meio para aparecer, mesmo que ataque sem nenhuma prova ou documento quem tem um vasto trabalho feito pelo município”, disse o vereador.

Na entrevista ao Divinews, a pré-candidata disse que Print Júnior não acreditava no projeto dela, e chegou a desdenhar. O vereador nega. “Eu realmente não acreditei, mas hora nenhuma fui irônico. É mais uma mentira dela. Mais uma tentativa de se tornar conhecida em Divinópolis sem precisar mostrar trabalho, já que ninguém a conhece. A política de ataques está se tornando moda. Ao invés de apresentarem soluções e projetos, buscam manchar a imagem do outro”, dispara.

Incomodado com os ataques sem provas, Print Júnior disse que torce para um período eleitoral mais limpo, mas que prevê mais episódios como este. “As pessoas vão ver, tanto na disputa para Prefeito quanto para Vereador, ataques de quem não tem material algum para apresentar, nem projetos, nem soluções, nem nada. Nesse caso, por exemplo, vem de uma candidata que ficou anos fora de Divinópolis, não conhece a realidade da cidade, não sabe de coisas básicas referentes ao município e quer ser Prefeita tentando aparecer às custas de quem já trabalha há anos pela comunidade. Tem todo o direito de concorrer, assim como eu tenho o direito de não abraçar o projeto de uma aventureira”, revelou o vereador.

Ao dizer que Print Júnior teria “carguinhos e outras coisas”, Laiz colocou em dúvida o trabalho do vereador, que rebateu. “Se eu tivesse cargos, o Portal da Transparência mostraria. Está lá com acesso liberado para qualquer pessoa que queira ver. É só entrar e pesquisar. Mas, como eu disse, quer palanque, quer aparecer para ser conhecida em época de eleição. É o jogo mais sujo que a política tem”.

Para finalizar, Eduardo Print Júnior falou sobre as “coisinhas a mais” que ele tem. “Realmente, há algumas coisas, como os quase R$9 milhões de emendas que consegui junto a deputados e senadores para a nossa cidade, o que possibilitou investimentos em infraestrutura, como calçamentos e asfaltamentos no bairro Icaraí, melhorias da Escola Sidney José de Oliveira, no Jardim Candidés, reforma das UBS dos bairros Bom Pastor, Planalto e Tietê, custeio para eventos esportivos através do Ministério do Esporte, verba para melhoria do serviço de distribuição de água em comunidades rurais, e muitas outras atuações. Quem quer mesmo ajudar a cidade, não fica de “picuinha” para lá e para cá. Apresenta projetos, soluções”, concluiu Print.

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!