Simonides Quadros é acusado de explorar até deficientes físicos para aplicar golpes no Divinópolis Clube

Postado em 10/01/2020 17:01

Simonides Quadros. Foto: reprodução Facebook.

Conforme o Sistema MPA relatara em matéria anterior, o divinopolitano Simonides Quadros, de 65 anos, é apontado como mentor intelectual de um esquema que teria desviado quase um milhão de reais do Divinópolis Clube.

Nossa equipe de reportagem obteve novas informações sobre o fato.

Divinópolis Clube

Simonides Quadros foi presidente do Divinópolis Clube por cerca de quase de dez anos. Ao sair do cargo em janeiro de 2018, foi percebido um grande rombo nas contas do clube.

Indignados, os novos administradores contrataram uma auditoria. O resultado da investigação apontou uma série de desvios.

De acordo com as acusações, Simonides Quadros emitia notas fiscais de maneira que pudesse forjar serviços. Em seguida, os valores voltavam ao acusado através de contas bancárias que foram rastreadas pela polícia.

Covardia

Uma das vítimas foi um senhor aposentado por invalidez. Para complementar o sustento de casa, o idoso catava latinhas nas dependências do Divinópolis Clube. Simonides teria se aproveitado da inocência do idoso para fazê-lo assinar documentos criminosos para desviar recursos.

O catador de latinhas, que tem uma filha deficiente, teve benefícios negados no INSS em função dos problemas fiscais que Simonides teria gerado no CPF da vítima.

Secretário

Por muitos anos, Simonides ocupou elevados cargos de confiança na gestão do prefeito Vladimir Azevedo (PSDB). O homem conduziu a Secretaria de Obras e a SETTRANS.

Suas gestões foram marcadas por duras críticas acerca da qualidade dos serviços prestados.

Revolta

Sócios do Divinópolis Clube manifestaram revolta em redes sociais e em telefonemas à redação do Sistema MPA de  Comunicação. 

Nada disso é novidade. Todos aqui já sabíamos das artimanhas do Simonides. O clube em sérias dificuldades e a família desse cara ostentando fortuna. Queremos que a polícia o prenda logo“, relatou Alice, moradora do bairro Bela Vista e sócia do Divinópolis Clube.

Simonides

Em depoimento à delegacia de polícia, o homem nega veementemente todas as acusações contra sua pessoa.

Até o momento, nossa equipe de reportagem não obteve contato com Simonides.

Desconfia-se das participações de outros envolvidos. Há suspeitos.

O caso segue em investigação pela Polícia Civil e pelo Ministério Público.

 

Simonides Quadros. Foto: reprodução Facebook.

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: Este conteúdo é protegido!