Mulher chama porteiro de ‘macaco’ e vai presa

Postado em 25/12/2019 11:04

Uma mulher de 31 anos, foi presa na véspera de natal, por injúria racial, contra um porteiro do condomínio onde mora. O fato foi registrado na Capital Mineira, no bairro Santa Maria, em Contagem. Apesar de ter sido presa, a mulher pagou fiança e vai responder pelo crime em liberdade.
 
O porteiro, que tem 43 anos, contou que o sistema de interfones não estava funcionando. A orientação era de que os visitantes ligassem para os moradores, que deveriam comparecer à portaria para liberar a entrada. A mãe chegou no prédio e ligou para a filha para explicar a situação e para que ela descesse para liberar sua entrada. Com isso, a filha ficou nervosa, momento em que questionou o porteiro por telefone, se ela iria ter que descer para buscar todos os convidados que ela estava aguardando. Após, questionamento, a mulher foi até o portão e ainda nervosa chamou o porteiro de “macaco”.
 
A Polícia foi acionada e a mulher nega que chamou o porteiro de macaco. Mas, testemunhas disseram que viram o momento em que a moça xingou o funcionário. Os envolvidos foram levados a delegacia para demais providências. Posteriormente a Polícia Civil, informou que foi ratificado o flagrante pelo crime de injúria racial, porque ela pagou uma fiança de R$ 2 mil e foi liberada. Ela vai responder o caso em liberdade.
 

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: Este conteúdo é protegido!