Publicidade

Iminência de matéria com irregularidades no Cruzeiro deixa influencers apreensivos

Postado em 03/10/2019 0:14
Publicidade

Por Hugo Serelo

O clima é de ansiedade entre quem cobre os bastidores do Cruzeiro Esporte Clube. A eminência de mais uma reportagem bombástica sobre possíveis irregularidades na administração do clube tem gerado tensão em alguns influencers e jornalistas.

Rumores apontam que jornalistas investigativos de um grande órgão de mídia do RJ estão levantando dados de vínculos suspeitos entre o Cruzeiro e profissionais que cobrem o clube.

Alguns dos possíveis nomes que podem aparecer na reportagem já se anteciparam. Entre eles, figuras públicas ligadas ao clube disseram hoje (2) que, de fato, possuem relações comerciais com o Cruzeiro, mas garantem que tudo ocorre dentro da lei. Porém, não revelaram valores de tais acordos comerciais.

Influencer

O termo “influencer” refere-se aos formadores de opinião na internet. Pessoas comuns ou pseudônimos  que contam com milhares de seguidores e que, assim, influenciam torcedores.

Em junho, descobriu-se que grandes páginas e influencers possuíam contratos suspeitos com o clube. Os nomes, porém, não foram divulgados.

Crime ou Imoralidade?

Mesmo que nem todos os contratos configurem crime, a imoralidade do fato é o que mais revolta o torcedor.

Adotar um tom chapa branca para uma gestão ao mesmo tempo em que se omite do público que recebe benefícios do clube é desrespeitar o torcedor.

É subestimar a inteligência dos seguidores.

Internet

Nos últimos dias, grandes perfis cruzeirenses foram desativados. Outros trocaram de nome. As mudanças repentinas atraíram suspeitas.

Jornalismo Investigativo

Em junho, uma reportagem devastadora de Gabriela Moreira (SporTV) expôs uma série de irregularidades praticadas pela diretoria do clube. A matéria evidenciava dados de contratos com valores imorais e até irregulares. Tanto no profissional quanto na categoria de base.

Revelou, também, salários e comissões absurdamente elevadados para diretores com um pobre currículo profissional.

Ministério Público e Polícia Civil cumpriram mandados de busca e apreensão no clube e ouviram funcionários. Um inquérito foi instaurado e os trâmites burocráticos ocorrem em sigilo.

Por algumas semanas, o dirigente Itair Machado esteve judicialmente afastado do clube.

Em consequência das pressões políticas, o afastamento do presidente Wágner Pires pode acontecer em poucas semanas.

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!