Defesa alega insanidade mental no caso do assassinato da menina Amanda

Postado em 18/01/2020 7:59

Um dos fatos policiais marcantes dos últimos anos foi o assassinato da menina Amanda, morta pela vizinha, em agosto do ano passado, no Bairro Lagoa dos Mandarins. Acusada é defendida na justiça pela defensoria pública em Divinópolis que apresentou um laudo psiquiátrico de Sarah Maria de Araújo, alegando que a mesma tem problemas de insanidade mental. Essa constatação feita por um perito oficial, mas para ter valor jurídico, o juiz precisa aceitar a homologação no processo. 

Mulher diz que matou criança por vingança em Divinópolis

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: Este conteúdo é protegido!