Advogada é acusada de entregar celular na Floramar

Postado em 21/01/2019 21:58

Uma advogada divinopolitana de 26 anos foi acusada de entregar celular para detentos que cumprem pena no presídio Floramar.

Segundo informações policiais, no dia 7 de janeiro de 2019, um detento de 24 anos foi flagrado com um celular escondido na cavidade reto-anal. Investigações apontam que ele recebeu o produto através de uma advogada que acabara de atendê-lo.

A mulher responde ao processo em liberdade.

A OAB e o Ministério Público acompanham o caso.

Se condenada, a advogada poderá perder o registro da OAB.

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com