Emendas propõem mudanças no projeto de redução dos salários dos vereadores e esquentam discussão

Postado em 21/04/2020 10:41

Será votado em uma reunião extraordinária nesta semana o projeto que prevê a redução de salários dos vereadores. A proposta já recebeu diversas emendas parlamentares. Todas as emendas apresentadas pelos vereadores devem ser analisadas em plenário. A discussão tem causado muita divergência no Legislativo.

O presidente Rodrigo Kaboja convocou uma extraordinária para quinta-feira dia 23 às 08 horas da manhã. O Projeto de Lei da mesa diretora estabelece 1 salário mínimo (R$1.045 ) de subsídio para os vereadores da próxima legislatura (2021-2024). Atualmente, o salário bruto de vereador é de R$ 12.177,65.

Algumas emendas apresentadas pelos vereadores tem chamado atenção. Uma delas foi apresentada pela vereadora Janete Aparecida. A vereadora já se posicionou contrária à proposta de redução drástica dos salários. Na emenda modificativa ela altera a remuneração de um salário mínimo para R$ 6.088,82. O valor estipula uma redução de aproximadamente 50%.

Já a emenda do vereador Matheus Costa é ainda mais ousada. Ela pede a extensão do pagamento de um salário mínimo para o prefeito, vice-prefeito, secretários, diretores e superintendes. A medida já recebeu protestos. Pela legislação, o salário do prefeito fixa o teto de pagamentos do município. Com este percentual de um salário mínimo será inviável em Divinópolis a contratação de pessoas técnicas para as funções comissionadas, até no setor de saúde como médicos e enfermeiros. As propostas de alterações apresentadas pelos vereadores devem ser discutidas e votadas no plenário antes do projeto.

 

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
error: Este conteúdo é protegido!