Veja dicas da Cemig para evitar acidentes com eletricidade durante pinturas residenciais - Portal MPA

Publicidade

Veja dicas da Cemig para evitar acidentes com eletricidade durante pinturas residenciais

Postado em 28/12/2021 12:00

Com os recursos do 13º salário e férias nesta época do ano, muitas pessoas aproveitam para fazer obras de reformas em casas, apartamentos ou estabelecimentos comerciais. E renovar a pintura geralmente é uma das prioridades, especialmente para entrar no novo ano com um ambiente renovado. Dessa forma, a Cemig busca alertar a população para que o que deveria ser motivo de alegria e satisfação não se transforme em algo ruim, com a ocorrência de acidente com a rede elétrica.   

Dados do Anuário 2021 da Associação Brasileira de Conscientização para os Perigos da Eletricidade (Abracopel) dão conta de que, somente no ano passado, em todo o país, aconteceram 33 acidentes com a rede elétrica na construção civil, que vitimaram 21 pessoas.   

Os profissionais que utilizam cabos de rolo de pintura, principalmente os feitos de alumínio ou de outros materiais condutores de eletricidade, devem ser bem cautelosos na hora do manuseio. Mas o gerente de Saúde e Segurança do Trabalho da Cemig, João José Magalhães Soares, alerta que cabos de madeira também conduzem eletricidade ao tocar ou se aproximar da rede de alta tensão e expõem as pessoas ao mesmo risco de choque elétrico. “A utilização de equipamentos de proteção individuais e coletivos é fundamental para impedir a queda de nível nos trabalhos em altura também são indispensáveis. Boa parte dos acidentes com a rede elétrica é provocada pela queda de altura e não pelo choque em si, inclusive as fatalidades. Há relatos de trabalhadores que, ao se desequilibrarem de andaimes, tocaram na rede elétrica e foram eletrocutados”, explica o especialista em segurança da Cemig.  

A Cemig faz um trabalho de orientação, especialmente voltado para profissionais autônomos, que trabalham na construção ou reforma. O objetivo dessa iniciativa é conscientizar os profissionais da construção civil sobre o uso seguro da eletricidade e evitar acidentes com a rede elétrica.   

Mão de obra deve ter experiência 

Para evitar esse tipo de acidente com a rede elétrica, João José Magalhães Soares destaca que apenas profissionais capacitados devem ser contratados para a execução das obras. ”Os pintores mais experientes já estão familiarizados com as regras de segurança, como manter distância segura da rede. Mesmo assim, é importante ter a máxima atenção ao içar materiais, para que eles não encostem ou se aproximem dos fios energizados, lembrando que apenas a aproximação com a rede elétrica pode causar o choque elétrico, e uma ocorrência que é muito comum é o choque elétrico na pintura de fachadas em que o pintor, para pintar as partes mais altas, se afasta da fachada e, com isto, aproxima a extensão do rolo de pintura da rede elétrica, podendo sofrer o choque elétrico”, afirma o engenheiro.   

O gerente de Saúde e Segurança do Trabalho da Cemig também explica que, em alguns casos, é necessária a instalação de barreiras protetoras para garantir o manuseio seguro de materiais e para impedir a aproximação deles com a rede elétrica. Além disso, como os pavimentos superiores das residências ficam mais próximos dos cabos de energia, deve-se evitar a manipulação de materiais ou equipamentos que possam tocar ou se aproximar dos fios de energia.   

Uma última dica é que, caso qualquer pessoa observe construções próximas da rede elétrica da Cemig, imediatamente solicite aos operários que paralisem as atividades e ligue para o telefone 116.