Publicidade

Dias parados terão de ser compensados alerta CDL Divinópolis

Postado em 26/03/2021 20:55

Com a antecipação dos feriados municipais e já valendo a partir de segunda-feira (29) os sindicatos patronais e trabalhistas terão de ter acordo para o funcionamento das industrias, já o comércio, segundo a CDL Divinópolis, a entidade acredita que essa ação poderá contribuir para amenizar o impacto do fechamento do comércio e permitir aos empresários e trabalhadores, tão logo seja retomado o funcionamento do comércio e serviços não essenciais, a compensação dos dias não trabalhados.

Com a medida apenas os serviços essenciais de saúde poderão funcionar. Já o setor de alimentos como supermercados, padarias, açougues e hotifruti até as 18H. O delivery é permitido e sem restrição de horários, mas não poderá haver entrega de bebidas alcoólicas. O transporte coletivo será reduzido, bancos, lotéricas não funcionarão.

O setor da construção civil considerado essencial e têm autorização para manter o funcionamento durante a onda roxa. Mas como houve o acréscimo do feriado, o setor  pondera riscos que a paralisação da produção pode causar em toda cadeia produtiva, econômica e de fornecimento. Cerca de 70% dos segmentos industriais trabalham em correlação com outros e o corte dessa cadeia produtiva acarreta em desregulação do mercado. A crise de abastecimento será eminente, os preços serão elevados e o cenário que se apresentará será de agravamento da crise econômica e social.

Advertisement

Nesse momento de agravamento da crise sanitária causada pela pandemia, defendemos a importância dos empresários de todos os segmentos, assim como a população em geral, de cumprir protocolos de prevenção e evitar aglomerações. “É necessário mais disciplina por parte da população e precisamos, de alguma forma, melhorar o Sistema de Saúde, promover formas de prevenção e buscar soluções na aquisição de vacinas. Essa será a saída para preservar empregos e vidas”, defendeu o presidente da FIEMG Regional Centro-Oeste e do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Centro-Oeste de Minas (SINDUSCON-CO), Eduardo Soares, em reunião junto ao comitê local de enfrentamento a Covid-19 ele defendeu o não fechamento da indústria e construção civil durante o adiantamento de feriados para a próxima semana.

 

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
plataforma ead
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!