fbpx
Pular para o conteúdo
  • Home
  • Divinópolis
  • Abertura da Campanha da Fraternidade será nesta quarta-feira em Divinópolis

Abertura da Campanha da Fraternidade será nesta quarta-feira em Divinópolis

Image

O tema da Campanha da Fraternidade deste ano é “Fraternidade e Amizade social” e tem como lema “Vós sois todos irmãos e irmãs” (Evangelho de Mateus, capítulo 23, versículo 8). Ela será aberta nesta quarta-feira (14), no centro Diocesano de Pastoral, no dia 18 uma caminhada será realizada na cidade.

A abertura oficial contará com a presença do Bispo Diocesano, Dom Geovane Luis, já a caminhada no dia 18, as 9h sairá da Igreja de São Francisco, no bairro Belvedere, em direção a Igreja de Nossa Senhora da Paz, no Bela Vista.

Advertisement

O objetivo geral é contribuir para nos despertar sobre o valor e a beleza da Fraternidade humana, promovendo e fortalecendo a experiência da Amizade Social. Esse objetivo nos desafia a superar a cultura da indiferença para com os outros, que nos torna como que portadores do mal da cegueira, da insensibilidade nos proporcionando uma atitude de descaso diante das necessidades alheias. 

O tema da Amizade social nos convida a refletir sobre as causas dos conflitos, a hostilidade nas relações humanas e a agressividade interpessoal. Onde não há a experiência da amizade, pode haver não somente a indiferença, mas também a violência. São dois graves males. 

O tema da CF 2024 nos convida a promover abertos vínculos de amizade, capazes de estimular a comunhão, a reconciliação entre as pessoas e o espírito fraterno favorecendo a promoção do bem comum. Dessa forma a amizade autêntica não é um bem privado e fechado entre duas pessoas ou mais, mais tem uma responsabilidade social. A experiência da amizade aberta estimula a construção de pontes entre pessoas e grupos. É dessa forma que fomentamos o desafio do diálogo que promove a cultura do encontro.

Quarta-feira de cinzas, qual sua importância?!

A Quarta-feira de Cinzas foi instituída há muito tempo na Igreja, dia que marca o início da Quaresma, tempo de penitência e oração mais intensa. Para os antigos judeus, sentar-se sobre as cinzas já significava arrependimento dos pecados e volta para Deus.

As cinzas bentas e colocadas sobre as nossas cabeças junto às celebrações nos fazem lembrar que vamos morrer, que somos pó e ao pó da terra voltaremos (cf. Gn 3, 19), para que nosso corpo seja refeito por Deus de maneira gloriosa, para não mais perecer.

A intenção desse sacramental é nos levar ao arrependimento dos pecados, é fazer-nos lembrar que não podemos nos apegar a esta vida, achando que a felicidade plena possa ser construída aqui. É uma ilusão perigosa. A morada definitiva é o céu.

A quaresma – o que é?

A quaresma é um tempo litúrgico da Igreja. Um tempo diferente: Mais sóbrio, mais reflexivo, mais introspectivo. Um tempo importante, visto que abre as portas para um caminho que nos leva à Páscoa, festa mais importante dos cristãos.

São quarenta dias de preparação para a celebração da Ressurreição do Senhor. Para tanto, se faz propício este tempo, que se abre na quarta-feira de cinzas, para uma reflexão mais aprofundada sobre a nossa vida espiritual, para nos arrependermos de nossos pecados e nos reaproximarmos da graça de Deus, numa conversão pessoal, social e pastoral.

A Quaresma começa na Quarta-Feira de Cinzas e termina na Quinta-Feira Santa, quando começa o Tríduo Pascal. Tirando os domingos, contam-se quarenta dias de reflexão sobre vários temas importantes da vida cristã, e o primeiro deles é a conversão.

Porque 40 dias? Qual sua simbologia?

A simbologia do número 40, que está na origem da quaresma, é bíblica e relembra, entre outras passagens, os quarenta dias do dilúvio, os quarenta anos de exílio do povo de Deus, os quarenta anos da travessia do deserto, e os quarenta dias que Jesus passou no deserto, significa o tempo de uma travessia completa. A experiência de Jesus no deserto deve nos ensinar que a quaresma é tempo de conversão e tempo de afinarmos nosso ser com a vontade de Deus.

mobile