Publicidade

Diversas pessoas foram usadas como laranjas na fraude do Divinópolis Clube

Postado em 10/01/2020 18:55

Adriene Lopes Delegada policia civil de Divinópolis –

O processo tem seis volumes e mais de 1.200 paginas, a investigação começou há dois anos quando a atual gestão do clube percebeu algumas irregularidades e acionaram a policia civil.

De acordo com o inquerito a fraude chega a quase um milhão de reais, Simonides Quadros ficou no cargo por 12 anos ele tirava notas e preenchia cheques de prestação de serviços, porem os mesmo nunca foi feitos, todos os valores foram transferidos para a conta do ex-presidente e da sua filha.

Na fraude algumas pessoas foram usadas como laranjas, algumas receberam pelo serviço outras nunca se quer estiveram no clube, um senhor de 84 anos que catava latinha no local esta entre as vitimas ele só descobriu o golpe quando precisou utilizar um beneficio do INSS, a movimentação em sua conta chegou a R$ 100.000,00 reais.

O ex-presidente foi ouvido e nega todas as acusações. Não há provas que outras pessoas ligadas ao clube possam ter participado dos desvios. Assim que o inquérito for enviado à justiça o acusado poderá responder por vários crimes entre eles lavagem de dinheiro.

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!