Com fechamento comercial, estudo projeta 11.000 demissões em Divinópolis

Postado em 14/04/2020 14:10

Um estudo realizado por economistas da CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas) de Divinópolis apresentou um levantamento técnico em reunião ontem (13) com representantes da Prefeitura.

A análise estudou e ouviu o mercado local, concluindo que o impedimento da reabertura comercial poderá causar cerca de 11.000 demissões em Divinópolis.

Até o ano passado, a cidade registrava 37.141 empregos formais com carteira assinada. O impacto negativo causaria uma retração de cerca de 30% de trabalhadores.

Lojistas tentaram sensibilizar a Prefeitura, mas não conseguiram. Representantes de Galileu Machado (MDB) reafirmam que Divinópolis vai seguir o que for recomendado pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais.

Nos bastidores, grupos empresariais, populares e políticos tentam reverter a decisão municipal.

A intenção desses setores é convencer Galileu a reabrir o comércio de forma gradual dentro de rígidos controles sanitários e redução de fluxo e aglomeração de pessoas.

 

Foto ilustrativa: Correio Braziliense.

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: Este conteúdo é protegido!