Publicidade

CIS-URG Oeste e COSEMS alinham realização de cirurgias vasculares

Postado em 11/03/2021 9:36

O secretário executivo do CIS-URG Oeste, José Marcio Zanardi, reuniu ontem, 10, com a presidente do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de Minas Gerais (COSEMS/MG), Daniela Alves Ferreira, para discutir o projeto de realização de cirurgias vasculares, no centro-oeste mineiro.
 
Em 2019 a ação foi desenvolvida para atender pacientes que necessitavam de cirurgias ortopédicas de urgência. De acordo com José Marcio, devido a alta de demanda de cirurgias ortopédicas, e com o intuito de diminuir a fila de espera do SUS Fácil, as prefeituras da macrorregião oeste decidiram aportar mais recursos ao Consórcio, para que o serviço fosse contratado, e os procedimentos realizados.
 
“O CIS-URG Oeste é responsável pelo gerenciamento do SAMU, e também por desenvolver ações de saúde em todo centro-oeste mineiro. Com isso, nós desenvolvemos esta ação em 2019, o Hospital Senhora Aparecida em Luz foi licitado pelo Consórcio, e mais de 600 cirurgias ortopédicas foram realizadas”, explica.
 
Devido ao êxito da ação em 2019, a Assembleia dos Prefeitos decidiu aportar mais recursos, para que o Cis-Urg desse continuidade ao trabalho este ano. Segundo José Marcio, para a ação, em 2021, foi escolhido por critérios técnicos definidos pelo Comitê Gestor da Rede de Urgência da Região (composto pela Superintendência Regional de Saúde, gestores municipais, prestadores hospitalar, COBOM e o Consórcio), o Hospital Nossa Senhora da Conceição, em Pará de Minas.
 
Mais de 40 cirurgias ortopédicas de urgência já foram realizadas este ano, beneficiando pacientes dos municípios regulados pela Central de Regulação do Estado. “O Consórcio é responsável por contratar o hospital que vai prestar o serviço, e as vagas são reguladas pela Central de Regulação do Estado, de acordo com a urgência do paciente. Com o sucesso que foi a primeira fase, e agora a segunda fase está em andamento, foi deliberado na assembleia dos prefeitos que o serviço seja estendido à assistência aos pacientes que necessitam de cirurgia vascular”, esclarece.
 
Conforme a presidente do COSEMS, as cirurgias vasculares serão realizadas após o retorno das cirurgias eletivas, que estão suspensas devido à pandemia da COVID-19. “Essa ação é muito importante, e o COSEMS trabalha sempre em parceria com o CIS-URG Oeste em busca de melhorias para os 53 municípios da macrorregião oeste”, reforça.
 

Foto Assessoria Samu

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
plataforma ead
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!