Bandido sai de prisão em “saidinha” e mata três mulheres da mesma família

Postado em 24/12/2019 10:36

Foram encontradas na manhã desta terça três mulheres mortas com evidentes sinais de espancamento em um endereço na rua Fulvio Morganti no bairro Jardim Paraíso, Zona Norte de São Paulo. A PM descobriu que uma das vítimas era funcionária da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM). Companheiros de trabalho relataram que Denise Pacheco não ia ao trabalho já há dois dias e que não conseguiram entrar em contato com ela. O crime provavelmente ocorreu na segunda-feira.

Parentes de Denise também estavam preocupados com o desaparecimento da mulher. Um tio se encaminhou até a delegacia e insistiu para que as equipes da polícia tentassem abrir a porta de sua residência. Após conseguirem um mandado de busca, a polícia paulista conseguiu abrir a casa e encontrou Denise, sua tia Benilde e sua mãe Elsa mortas. Haviam sinais de espancamento.

A polícia suspeita que o filho adotivo de Elsa seja o responsável pelos crimes uma vez que o cidadão é usuário de drogas e saiu temporariamente da prisão na sexta-feira. Ele também é suspeito de ter roubado o carro da irmã e deixado na via, após ter cometido o crime.

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: Este conteúdo é protegido!