Publicidade

Rafael diz que o grande adversário do Atlético será o Flamengo na busca pelo título

Postado em 08/08/2020 13:07

O técnico Jorge Sampaoli pediu a contratação de um novo goleiro para o Atlético-MG. Mas, enquanto não há sinalização desse reforço, o titular da vaga segue absoluto e dando resultados na posição. Rafael chegou a cinco jogos pelo Galo, já superando o número de vezes que entrou em campo durante todo 2019, quando estava no Cruzeiro.

A pouca participação no clube celeste, inclusive, impulsionou ao camisa 32 mudar de lado em Belo Horizonte. Curiosamente, foi anunciado na mesma semana que Sampaoli. O treinador argentino vai conhecendo o trabalho de Rafael nos treinos e jogos.

Ainda que possa conviver com a ameaça à vaga de titular, caso haja a contratação de um novo goleiro, Rafael segue em alta no clube. Fez boas participações e defesas importantes nos confrontos contra o América, principalmente na última partida, quando o Galo conseguiu a classificação para a final do Campeonato Mineiro.

“Todo dia, saem matérias comentando sobre um jogador ou outro, de uma posição ou outra. Vejo que todos nós aqui estamos focados em fazer o nosso trabalho, buscando a evolução dentro de campo. A questão de chegada ou não de novos jogadores, depende da diretoria. Se vier, será para reforçar, nos ajudar, mas independentemente disso, acredito que o nosso papel como jogador é de estar focado dentro de campo, porque precisamos evolui”r.

Aos 31 anos, o jogador entrou na Justiça contra o Cruzeiro por dívidas trabalhistas e conseguiu a rescisão. Tinha a esperança de ter mais oportunidades na Toca da Raposa, onde foi revelado. Fez quatro jogos em 2019, ficando no banco de reservas para Fábio 65 vezes. Seu melhor ano, em termos de assiduidade no time titular, foi em 2017, quando jogou em 34 oportunidades.

Neste fim de semana, começa um nota etapa para o Atlético na temporada. No domingo, o time estreia no Campeonato Brasileiro contra o atual campeão e favorito pelo título de 2020, Flamengo. O Galo se reforçou e quer brigar de frente com os cariocas.

“O Flamengo foi campeão ano passado e é o time que, muitos dizem, a ser batido. Mais do que você focar em um ou outro rival, acredito que precisamos começar bem o campeonato com os primeiros três pontos que vão ser disputados. Respeitamos muito o Flamengo, sabemos da qualidade que eles têm em campo e sabemos que será um grande jogo, mas vamos lá fazer o nosso melhor”.

Rafael vê o Atlético forte na disputa, mas prefere não apontar uma escala para o poderia do time no campeonato. Ele reconhece que é necessário evolução da equipe.

“É difícil a gente falar de números e possibilidades. Trabalhamos muito aqui de uma outra forma. Nós, jogadores, temos que pensar o seguinte: de 0 a 100, tenho certeza que faremos o nosso 100% para sermos campeões.”

“Temos evoluído muito e nos dedicado. Porém, é difícil falar uma porcentagem de um campeonato que tem 38 rodadas, grandes times, com grandes elencos e eu acho que o que temos que focar mesmo é fazer jogo a jogo o nosso melhor. Precisamos evoluir, independentemente de qualquer coisa, entregar os 100% de dedicação dentro de campo”.

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!