Publicidade

Pouco inspirado, Cruzeiro fica no 0 a 0 com o CRB e breca arrancada

Postado em 08/12/2020 23:31

A Raposa voltou a apresentar um futebol irregular e vai terminar 2020 sem vitórias sobre o rival alagoano

Os resultados da rodada favoreceram o Cruzeiro na difícil missão de aproximar-se do G-4. Só faltou o time estrelado se ajudar. Na noite desta terça-feira, jogando no Rei Pelé, em Maceió, o time voltou a apresentar um futebol irregular, pouco inspirador e acabou empatando por 0 a 0 com o CRB. Um resultado que breca a arrancada da Raposa. Os nove pontos do G-4 permanecem, já que o Cuiabá empatou com o Vitória, mas aquele gostinho de que poderia ter acontecido algo a mais vai reverberar na cabeça do torcedor até a próxima sexta. 

Um primeiro tempo de pouca inspiração do Cruzeiro. Dependente muito do potencial de Rafael Sóbis e com pouca participação de Filipe Machado no aspecto criativo, o Cruzeiro só foi ter uma melhora ofensiva no fim da etapa inicial.

Advertisement

Muito pouco para a expectativa gerada após a goleada sobre o Brasil de Pelotas, no último sábado, no Mineirão. A opção sem Airton foi Welinton, mas a velocidade pelas pontas não existiu. Arthur Caíke também viveu uma noite pouco inspirada. Uma soma de fatores que travaram o jogo celeste. 

A dinâmica do segundo tempo não teve grandes alterações. Pelo contrário, o Cruzeiro piorou ainda mais. O técnico Luiz Felipe Scolari promoveu algumas alterações que tiraram a fluidez da Raposa, como a saída de Sóbis para a entrada de Marcelo, além de Welinton por Régis. Faltou inspiração e sobrou  

Próximo compromisso 

O Cruzeiro volta a campo na próxima sexta-feira (11), quando vai até Salvador para encarar o Vitória, no Barradão, pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. 

fonte: www.otempo.com.br

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
plataforma ead
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!