Publicidade

Keno é destaque novamente e Atlético lidera com vantagem.

Postado em 11/10/2020 10:34

BANNER FUTEBOL AGOSTO 2020

O Atlético está impossível no Mineirão! Na noite deste sábado, o Galo venceu o Goiás, por 3 a 0, no Gigante da Pampulha, e chegou à sétima vitória consecutiva como mandante no Brasileirão. Com gols de Keno, Nathan e Marrony, que vivem grande fase com a camisa alvinegra, o time treinador por Jorge Sampaoli construiu a vantagem no fim do primeiro tempo e manteve a vantagem de três pontos em relação ao Flamengo, que tenta o bicampeonato em sequência.

O jogo começou como já era esperado: Atlético no ataque, e o Goiás se defendendo. O time de Enderson Moreira conseguiu, até certo ponto, anular as investidas do Galo. As primeiras chances criadas pelo líder do Brasileirão foram com Savinho, garoto que tem personalidade e buscava as jogadas individuais. Mas não foi em investidas desse tipo que ele incomodou. Em finalizações de primeira, aos 15 e aos 20 minutos, obrigou Tadeu a trabalhar. Mas foi no finalzinho que o Galo conseguiu fazer sua vantagem no placar. Aos 40 minutos, Keno aproveitou pênalti sofrido por Sasha para abrir o marcador. Aos 45, Keno bagunçou o marcador para colocar na cabeça de Nathan, que cabeceou livre e fez o 2 a 0, dando números finais ao primeiro tempo.

A etapa final foi mais equilibrada. Até pela vantagem no marcador, o Galo não incomodou tanto – apesar de Sampaoli pedir pelo ataque o tempo todo. Apesar disso, as únicas chances goianas foram pelo alto, com Pintado e Rafael Moura, aos 10 e 23 minutos, respectivamente. Ambos pararam em Éverson. O Galo levou perigo com Réver e Igor Rabello, mas a primeira chance real de gol foi com Keno, já aos 40 minutos. O atacante limpou o marcador pela esquerda e finalizou cruzado, acertando o pé da trave de Tadeu. Já nos acréscimos, Keno avançou pela esquerda e rolou para Marrony, que chegava de trás. Na primeira finalização, ele parou no zagueiro. O rebote, no entanto, não teve perdão: 3 a 0 e números finais. Tadeu ainda evitou a goleada no fim, com defesas em finalizações de Guilherme Arana e Keno.

O Atlético segue mais líder do que nunca! Agora, com 30 pontos. O time treinado por Jorge Sampaoli segue com três de vantagem sobre o Flamengo.

Os primeiros gols do Galo foram marcados por aqueles que talvez sejam as principais peças do bom time de Jorge Sampaoli: Keno e Nathan. O primeiro, inclusive, já marcou dois hat-tricks no Brasileirão. O atacante chegou ao oitavo gol nos últimos cinco jogos. O meia, por sua vez, chegou a ficar fora de algumas rodadas por conta de lesão muscular, mas já voltou mostrando o motivo de ser titular. Depois de ser decisivo contra o Atlético-GO, foi mais uma vez responsável por uma importante bola na rede, marcando o terceiro dele no Brasileirão, depois de desfalcar o alvinegro contra o Fortaleza.

Lanterna da competição, com apenas nove pontos em 12 rodadas, o Goiás não sabe o que é vencer há quatro rodadas. Neste período, soma um empate e três derrotas. Enderson Moreira, que assumiu a equipe há apenas três jogos, não sabe o que é vencer.

Atlético e Goiás voltam a campo durante a semana. Às 21h30 de quarta-feira, o Galo recebe o Fluminense. O Esmeraldino só volta a campo na sexta-feira, às 20h, em casa, contra o Bahia. Ambos os jogos são válidos pela 16ª rodada do Brasileirão.

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!