Publicidade

Invicto no Mineirão, Atlético nem lembra do Independência.

Postado em 28/09/2020 13:13

BANNER FUTEBOL AGOSTO 2020

O Atlético entrou em campo no Mineirão, no último sábado, com uma motivação extra – ainda que em ato arriscado -, após a torcida promover a famosa ” rua de fogo” na chegada do ônibus. Deu certo. O Galo venceu o Grêmio por 3 a 1, pela 12ª rodada do Brasileirão, e alcançou a a 10ª vitória seguida no Gigante da Pampulha. Isso sem contar a manutenção da liderança, com três pontos a mais que o vice-líder Internacional.

E o bom desempenho no Brasileiro é ancorado na campanha invicta no Mineirão. O estádio voltou a ser a casa alvinegra para a retomada das competições, em julho. Foi lá que o time de Jorge Sampaoli foi campeão mineiro em agosto, contra o Tombense.

Agora, soma cinco vitórias em cinco jogos em casa no Brasileirão (único time 100%). Mais de 60% dos pontos alvinegros (24 no total), foram conquistados no Mineirão na competição. Invicto em casa, o Galo ainda terá mais cinco partidas no Mineirão para fechar o primeiro turno, com a missão de defender a liderança.

No próximo domingo, o time receberá o Vasco. Depois, visita o Fortaleza para, logo após, ter mais uma sequência de dois jogos em casa: Goiás e Fluminense. Para fechar, o time alvinegro ainda irá encarar o Sport e o Athletico-PR na Pampulha. O Furacão é adversário de um jogo atrasado por conta da presença do Atlético na final do Estadual 2020, e a partida ainda não tem data definida.

O Atlético vem de nove triunfos seguidos como mandante no Mineirão. A conta fecha nas 10 vitórias seguidas, pois o duelo final do Mineiro, com mando do Tombense, foi no Gigante. A última derrota no estádio foi diante da Caldense, por 2 a 1, na primeira fase do Mineiro.

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!