Hoje tem clássico brasileiro na semifinal da Copa Libertadores

Postado em 02/10/2019 12:31

Começa nesta quarta-feira a disputa pela vaga dos brasileiros para estar na decisão da Libertadores. Grêmio e Flamengo enfrentam-se a partir das 21h30 na Arena do Grêmio, pelo jogo de ida das semifinais.

O confronto, após as farpas entre Renato Gaúcho e Jorge Jesus, ganha ainda mais relevância pelo estilo das equipes. Ambas buscam o gol incessantemente. O que é confirmado pelo poderio ofensivo. Os gaúchos já marcaram 97, enquanto os cariocas somam 100 gols em 2019.

Em campo, o Grêmio tenta fazer valer a força da Arena. O estádio estará lotado para empurrar os tricolores. Renato aposta no quarteto ofensivo formado por Luan, Alisson, Everton e Diego Tardelli para construir uma vantagem à partida de volta.

O Flamengo também confia no ataque. Gerson, Arrascaeta e Everton Ribeiro dividem-se nas tarefas de criação, seja para explorar a velocidade de Bruno Henrique ou o oportunismo de Gabigol. Nas laterais, contam com a rodagem de Rafinha e Filipe Luís.

Renato, como de praxe, evitou dar detalhes sobre o time. Porém, dificilmente apresentará surpresas. Rafael Galhardo será o lateral-direito, já que Leonardo Gomes rompeu os ligamentos do joelho direito. Enquanto Pedro Geromel recupera-se de lesão muscular na coxa direita, David Braz segue ao lado de Kannemann na zaga. Sem Jean Pyerre, que tem o mesmo problema de Geromel, Luan terá a missão de municiar Alisson, Everton e Diego Tardelli.

Provável Grêmio: Paulo Victor; Rafael Galhardo, David Brás, Kannemann e Bruno Cortêz; Michel e Bruno Henrique; Alisson, Luan, Éverton; Diego Tardelli. – Técnico: Renato Gaúcho.

Pendurado: Jean Pyerre

Ao contrário do Grêmio, o Flamengo só poupou três jogadores na última rodada do Brasileiro. Rafinha, Filipe Luís e Gerson começaram no banco, mas todos entraram durante o duelo com o São Paulo. A equipe rubro-negra terá força máxima para encarar o time de Renato Gaúcho.

Provável Flamengo: Diego Alves; Rafinha, Pablo Marí, Rodrigo Caio e Felipe Luis; Willian Arão e Gerson, Everton Ribeiro, Arrascaeta, Bruno Henrique; Gabriel – Técnico: Jorge Jesus

O argentino Néstor Pitana, responsável por comandar a final da última Copa do Mundo, será o árbitro, e terá como auxiliares seus compatriotas Juan Belatti e Hernán Maidana. O também argentino Mauro Vigiliano é o responsável pelo VAR.

 

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com