Galo confirma favoritismo, derrota o Fortaleza e vai à final da Copa do Brasil - Portal MPA

Publicidade

Galo confirma favoritismo, derrota o Fortaleza e vai à final da Copa do Brasil

Postado em 27/10/2021 23:36

Após os 4 a 0 no Mineirão, Galo venceu por 2 a 1 na Arena Castelão e definiu vaga

O grande placar construído no jogo de ida com o apoio da massa, que marcou presença no Mineirão, foi suficiente para dar ao Atlético a classificação à terceira final de Copa do Brasil da história. Nesta quarta-feira (27), na Arena Castelão, o Fortaleza até contou com o empurrão da torcida, orgulhosa da boa fase da equipe na temporada, mas não conseguiu reverter o placar, embora tenha feito pressão nos primeiros minutos. 

A final da Copa do Brasil, que será disputada após a última rodada do Campeonato Brasileiro, nos dias 12 e 15 de dezembro, deve ser entre Atlético e Athletico-PR. O Furacão vai derrubando o todo-poderoso Flamengo, que quer atrapalhar o Galo na conquista do Brasileirão e conseguiu chegar à final da Copa Libertadores da América. O Rubro-negro enfrenta o Palmeiras, responsável por tirar o Galo da competição continental.

A eliminação na Libertadores atrapalhou os planos do clube, mas nada que tenha desanimado o elenco, tendo em vista as boas atuações no Campeonato Brasileiro e também na Copa do Brasil. A final na competição nacional serve para coroar a excelente campanha feita pelo time comandado por Cuca, mas que começou a ser desenhada no ano passado, após a trágica eliminação para o Afogados ainda na terceira fase da copa. 

A eliminação vexatória para o time do interior de Pernambuco acordou o clube, que, com apoio de investidores, conseguiu mudar a cara do Atlético. A chegada de Jorge Sampaoli ao comando da equipe e a contratação de mais de 10 reforços fez o Galo brigar pelo título do Brasileirão até as últimas rodadas, mas acabou terminando na terceira colocação e os planos ficaram para 2021. 

Nesta temporada, outros seis jogadores chegaram para reforçar a equipe de Cuca. Hulk e Nacho Fernández foram os nomes mais importantes que enriqueceram o elenco alvinegro que chega à terceira final de Copa do Brasil da história do clube. Campeão em 2014 com Levir Culpi, o Atlético quer conquistar em 2021, além do bicampeonato do Brasileirão, o bi também da Copa do Brasil. 

Em 2016, o Galo também chegou à final da copa, mas acabou perdendo para o Grêmio e a chance de ser campeão ficou para depois. Nesta temporada, a Copa do Brasil nem parecia ser a principal prioridade do elenco alvinegro, mas acabou acontecendo da melhor forma possível. 

O jogo

Apoiado na boa vantagem conquistada em Belo Horizonte, o Galo, que precisava ser derrotado por 5 a 0 para ser eliminado, começou o jogo bastante mudado e mais retrancado. Cuca aproveitou o resultado do jogo de ida para poupar alguns jogadores como Nacho Fernández, Matias Zaracho, que está pendurado, e Hulk.

Com isso, entrou em campo com três zagueiros, e a grande surpresa, com o meia Alan Franco que não vestia a camisa do Galo desde setembro. As mudanças deixaram o Galo mais recuado e o Fortaleza tentou fazer uma pressão nos primeiros minutos da primeira etapa com mais posse de bola. 

O Atlético passou quase todo primeiro tempo sem chutar ao gol. A primeira chance alvinegra foi aos 42 minutos, com Guilherme Arana. O lateral do Galo cobrou uma falta direto para o gol, mas Marcelo Boeck foi mais esperto e fez uma grande defesa. 

No segundo tempo, o Galo seguiu mais recuado, deixando o Fortaleza ter mais domínio do jogo e ficar com a bola. Tanto que os dois gols do Atlético no jogo partiram de contra-ataques. O Galo conseguiu balançar as redes para sacramentar a classificação à final aos 13 minutos do segundo tempo. 

Com um belo lançamento de Eduardo Vargas, Diego Costa ganhou na velocidade e marcou um golaço. Aos 38 minutos, Hulk, que saiu do banco de reservas, também deixou o dele. Eduarda Sasha sofreu um pênalti durante uma jogada de contra-ataque e o artilheiro do Galo na temporada foi para a cobrança e balançou as redes. 

Apesar do resultado favorável ao Atlético, a torcida do Fortaleza, que marcou presença na Arena Castelão, não deixou de apoiar o time nos 90 minutos, sabendo da campanha histórica que o time de Juan Pablo Vojvoda tem feito em 2021. 

Cartões amarelos: Réver (Atlético); Ronald e Igor Torres (Fortaleza);

Fortaleza: Marcelo Boeck; Éderson, Titi, Matheus Jussa e Edinho (Osvaldo); Felipe, Ronald, Matheus Vargas (Romarinho) e Bruno Melo; David (Igor Torres) e Wellington Paulista (Henríquez). 

Atlético: Everson; Guga, Igor Rabello, Réver, Junior Alonso e Guilherme Arana (Dodô); Jair (Nathan), Tchê Tchê e Alan Franco (Dylan Borrero); Diego Costa (Eduardo Sasha) e Eduardo Vargas (Hulk). 

fonte:www.otempo.com.br

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
antes do ifdentro do if

3 comments

  1. megaflixtv disse:

    demais este conteúdo. Gostei bastante. Aproveitem e vejam este conteúdo. informações, novidades e muito mais. Não deixem de acessar para saber mais. Obrigado a todos e até a próxima. 🙂

  2. fascinate este conteúdo. Gostei muito. Aproveitem e vejam este conteúdo. informações, novidades e muito mais. Não deixem de acessar para aprender mais. Obrigado a todos e até mais. 🙂

  3. Series Online disse:

    Este site é realmente incrível. Sempre que acesso eu encontro coisas diferentes Você também pode acessar o nosso site e descobrir detalhes! informaçõesexclusivas. Venha saber mais agora! 🙂

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade
Veja também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
plataforma ead
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade