Publicidade

Cruzeiro bate Vitória e pode terminar rodada a seis pontos do G4 da Série B

Postado em 11/12/2020 23:33

Time celeste secará Cuiabá e Juventude, que têm compromissos neste sábado

Depois de minutos iniciais com futebol muito pobre, o Cruzeiro reagiu e conseguiu derrotar o Vitória por 1 a 0 nesta sexta-feira, no Barradão, em Salvador. O zagueiro Ramon, fazendo valer a ‘lei do ex’, marcou para o time de Luiz Felipe Scolari aos 44’ da primeira etapa. Os donos da casa ainda tiveram o volante Lucas Cândido expulso aos 25’ do tempo final.
 
Com o resultado, o Cruzeiro se mantém na 11ª colocação da Série B do Campeonato Brasileiro, mas agora com 38 pontos e a seis de diferença do G4. O CSA, primeira equipe do grupo que garante classificação à Série A, tem 44 pontos. Cuiabá (5º, com 44) e Juventude (6º, com 43) ainda jogam neste sábado pela 28ª rodada.
Na próxima rodada, o Cruzeiro retorna a Belo Horizonte após dois jogos longe de seus domínios. Na terça-feira, o time celeste entra em campo diante do CSA, em duelo marcado para as 21h30, no Independência – a Raposa decidiu que mandará todos seus jogos no Horto até o fim da Série B.
O jogo
 
Apático, com muita dificuldade na saída de bola e sem qualquer repertório, o Cruzeiro precisou de 44 minutos para dar a primeira (e única) finalização ao gol do Vitória. A demora até que valeu a pena. Filipe Machado cobrou escanteio da direita e encontrou Ramon. O zagueiro se livrou da marcação para balançar a rede e fazer valer a ‘lei do ex’. 1 a 0.
 
O Vitória, que era melhor na partida até o momento do gol, quase respondeu ainda na primeira etapa. O Cruzeiro contou com Fábio para evitar o empate. Aos 47′, Arthur Caíke errou na saída de bola e deu um passe para Fernando Neto. O volante serviu Leo Ceará, que, mesmo sem ângulo, dentro da área, conseguiu finalizar. O camisa 1 da Raposa espalmou para linha de fundo.
 
Na volta do intervalo, o Cruzeiro não demorou outros 44 minutos para assustar os adversários. Aos 10, a Raposa já havia chegado em duas oportunidades: aos 4’, Arthur Caíke finalizou da intermediária e obrigou Yuri a fazer importante defesa. Aos 9’, o Vitória foi salvo pela trave. Rafael Sobis chutou quase da linha de fundo e quase surpreendeu o goleiro do Leão.
 
Aos 25’, quando o time de Felipão já tinha certo controle das ações, o Vitória ainda perdeu Lucas Cândido. O volante fez falta em Giovanni, que havia substituído Filipe Machado, e matou um contra-ataque do Cruzeiro. Ele recebeu o segundo cartão amarelo e, em seguida, o vermelho. 

Com um jogador a mais e à frente no placar, o Cruzeiro precisou apenas controlar o jogo e não correr grandes riscos para confirmar mais uma vitória importante do clube na luta pelo acesso. Com os três pontos confirmados em Salvador, o time celeste poderá fechar a rodada com apenas seis de diferença do G4 da Série B.

Advertisement
 
VITÓRIA 0X1 CRUZEIRO
Vitória
Ronaldo (Yuri); Van (Jonathan Bocão), Maurício, Wallace e Rafael Carioca; Matheus Frizzo, Fernando Neto (Caicedo), Lucas Cândido e Thiago Lopes (Ewandro); Vico (Gerson Magrão) e Leo Ceará. Técnico: Mazola. Técnico: Mazola Júnior
 
Cruzeiro
Fábio; Cáceres, Manoel, Ramon e Matheus Pereira (Patrick Brey); Adriano (Cacá), Jadson e Filipe Machado (Giovanni); Airton, Rafael Sobis e Arthur Caíke (Welinton). Técnico: Luiz Felipe Scolari
 
Gol: Ramon, aos 44’1T; 
Cartões amarelos: Lucas Cândido (2x), Gerson Magrão (Vitória); Adriano (Cruzeiro)
Cartão vermelho: Lucsa Cândido (Vitória)
 
Motivo: 28ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro
Local: Barradão, em Salvador (BA)
Data e horário: 11 de dezembro de 2020 (sexta-feira), às 21h30
Arbitro: Douglas Schwengber da Silva (RS)
Assistentes: Rafael da Silva Alves (FIFA/RS) e Maurício Coelho Silva Penna (RS)
 
Fonte: www.mg.superesportes.com.br

 

 

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
plataforma ead
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!