Boa x Cruzeiro pela Copa do Brasil. Depois de 15 anos Cruzeiro enfrenta um time do interior mineiro pela competição. A Minas FM transmite.

Postado em 04/03/2020 15:33

Depois de 15 anos, o Cruzeiro terá novamente um adversário do interior mineiro pela frente na Copa do Brasil. O duelo de 2020 será com o Boa Esporte, nesta quarta-feira, em Varginha, pela segunda fase da competição. Apenas a vitória classifica as equipes. Empate no tempo normal leva a decisão da vaga para os pênaltis.

O último adversário do interior de Minas Gerais que o Cruzeiro teve pela frente foi o Ipatinga, em 2005, também pela segunda fase da Copa do Brasil. Naquele dia 9 de março, o time celeste, então treinado por Paulo César Gusmão, venceu por 3 a 0, no Ipatingão. Os gols foram de Fred (2x) e Athirson.

Com o resultado no Vale do Aço, o Cruzeiro se classificou para enfrentar o Santa Cruz. Depois, passou ainda pelo Baraúnas-RN, antes de ser eliminado na semifinal pelo Paulista, que acabou campeão.

O Ipatinga, em 2005, foi o único time do interior mineiro que o Cruzeiro enfrentou em toda a história da Copa do Brasil, que começou a ser disputada em 1989. A Raposa também teve duelos com o Atlético-MG, em 2014 e 2019.

Se depender do retrospecto contra o Boa Esporte, o Cruzeiro embolsará R$ 1,5 milhão, valor que os classificados à terceira fase da Copa do Brasil terão garantidos. Em 20 jogos entre as duas equipes (contando a época em que o Boa ainda era chamado de Ituiutaba), a Raposa venceu 16, empatou três e perdeu um.

A única derrota foi em 2006, quando o Boa ainda era Ituiutaba. O duelo foi na cidade de mesmo nome, no estádio da Fazendinha, e a equipe do interior venceu por 1 a 0.

Boa Esporte e Cruzeiro fazem duelo mineiro por uma vaga para a terceira fase da Copa do Brasil. O confronto ocorre nesta quarta-feira, às 21h30 (de Brasília), na casa boveta, em Varginha, no Estádio Municipal. Sem vantagem de empate para nenhum dos times nesta etapa da competição, a igualdade no placar durante os 90 minutos leva o confronto para os pênaltis.

O Boa Esporte conseguiu a classificação para esta fase depois de empatar em Rondônia contra o Vilhenense. O time de Varginha saiu à frente do placar no primeiro tempo com o camisa 10 Gindre e sofreu o empate já na etapa final com Ariel. A equipe de Rondônia teve chances de virar o jogo, mas não colocou a bola para dentro. Como time a vantagem do empate, a vaga ficou com o time boveta.

Também pela vantagem do empate, o Cruzeiro garantiu vaga na segunda fase da Copa do Brasil. A Raposa saiu atrás do placar contra o São Raimundo, em Boa Vista, Roraima, e conseguiu a virada com gols de Edu e Alexandre Jesus. Empurrado pela presença da torcida, o Mundão foi em busca da igualdade e conseguiu, mas os 2 a 2 garantiram a vaga ao Cruzeiro.

Boa Esporte e Cruzeiro já se enfrentaram este ano na estreia do Campeonato Mineiro. No Mineirão, a Raposa fez valer o mando de campo e com gols de Wellinton e Thiago venceu por 2 a 0. No estadual, enquanto o time da capital está no G-4 e busca a liderança da competição, a equipe boveta ocupa a 9ª colocação, duas posições acima da zona do rebaixamento.

O Boa Esporte conseguiu a classificação para esta fase depois de empatar em Rondônia contra o Vilhenense. O time de Varginha saiu à frente do placar no primeiro tempo com o camisa 10 Gindre e sofreu o empate já na etapa final com Ariel. A equipe de Rondônia teve chances de virar o jogo, mas não colocou a bola para dentro. Como time a vantagem do empate, a vaga ficou com o time boveta.

Também pela vantagem do empate, o Cruzeiro garantiu vaga na segunda fase da Copa do Brasil. A Raposa saiu atrás do placar contra o São Raimundo, em Boa Vista, Roraima, e conseguiu a virada com gols de Edu e Alexandre Jesus. Empurrado pela presença da torcida, o Mundão foi em busca da igualdade e conseguiu, mas os 2 a 2 garantiram a vaga ao Cruzeiro.

Boa Esporte e Cruzeiro já se enfrentaram este ano na estreia do Campeonato Mineiro. No Mineirão, a Raposa fez valer o mando de campo e com gols de Wellinton e Thiago venceu por 2 a 0. No estadual, enquanto o time da capital está no G-4 e busca a liderança da competição, a equipe boveta ocupa a 9ª colocação, duas posições acima da zona do rebaixamento.

Provável Boa: Renan Rocha, Yuri, Wesley, Henrique Moura e Ferreira; Caio César, Carlinho, Claudeci, Nonoca, Leo Goteira; Jefferson. Técnico: Nedo Xavier.

O técnico Adilson Batista terá todos os titulares contra o Uberlândia, no domingo, à disposição para esta quarta-feira. Mas uma mudança é certa para o jogo em Varginha. Edilson, que cumpriu suspensão no fim de semana, volta à equipe na vaga do garoto Valdir. O restante da equipe deve ser o mesmo que iniciou diante do Verdão no Estadual.

Provável Cruzeiro: Fábio, Edilson, Arthur, Léo e João Lucas; Felipe Machado, Pedro Bicalho, Jadsom; Maurício, Everton Felipe e Marcelo Moreno. Técncico: Adilson Batista.

Marcelo de Lima Henrique apita auxiliado por Michael Correia e Silbert Faria Sisquim. O quarto árbitro é Paulo Cesar Zanovelli.

A Minas FM transmite a partir as 20h00 com o Abre o Jogo e as 21h30 a bola rola para Boa x Cruzeiro, pela segunda fase da Copa do Brasil, com Leo Lasmar, Gustavo Freitas e Ricardo Lasmar.

 

 

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: Este conteúdo é protegido!