Publicidade

Nos Pênaltis Atlético vence e segue na Libertadores

Postado em 20/07/2021 21:56

No melhor estilo “Atlético na Libertadores”, os mineiros garantiram vaga nas quartas de final eliminando o Boca Juniors na disputa de pênaltis. O Mineirão foi palco da atuação gigantesca do goleiro Everson, que fechou o gol e converteu a cobrança que atestou a classificação.

 

O Galo é o primeiro time a confirmar lugar na próxima fase da copa e aguarda o vencedor do duelo entre Argentinos Juniors x River Plate, que será nesta quarta-feira (21/7), às 21h30, para saber quem enfrenta nas quartas de final.

O jogo

Os mineiros começaram a partida em alta velocidade e aos 3 minutos conseguiu a primeira jogada de perigo, com Zaracho, que acabou perdendo o gol cara a cara com o goleiro Rossi. Eles seguiram dominando, mas sem sucesso no ataque viu o adversário crescer e ficar mais à vontade.

Advertisement

O jogo seguiu disputado, porém ainda sem bolas na rede. A primeira etapa terminou 0 x 0 e o resultado parcial levava a decisão para a disputa de pênaltis.

Na volta do intervalo, aos 17 minutos, os argentinos abriram o placar. No entanto, após análise do árbitro de vídeo, o gol foi anulado por posição ilegal do atleta do Boca. Houve confusão quando o árbitro de campo foi checar o lance no VAR. Veja o vídeo:

Everson salvou o Atlético aos 29, após cobrança de falta de Pavón, e na sequência o time brasileiro errou na saída de bola, que ficou com o atacante novamente, ele avançou e bateu forte de direita. O lance terminou em tiro de meta, com a bola passando rente à trave.

 

O Galo pressionou e teve as melhores chances antes do término dos 90 minutos. Borrero tentou aos 45, chutou sem ângulo, mas Rossi fez a defesa tranquilo. Mesmo com os 8 minutos de acréscimos a partida foi finalizada com 0 x 0 no placar agregado e foi decidida nos pênaltis.

Pênaltis

Hulk abriu as cobranças e parou na trave, desperdiçando a primeira para o Atlético-MG. Rojo foi em seguida e bateu firme no canto esquerdo de Everson, fazendo 1 x 0 para o Boca.

O segundo batedor da equipe mineira foi o argentino Nacho Fernández que não brincou e guardou no meio do gol. Depois, Villa foi para bola e o goleiro atleticano esperou a definição do jogador antes de se movimentar, não se mexeu antes do chute e conseguiu defender a bola que também foi no centro da meta. Placar empatado, 1 x 1.

Júnior Alonso assumiu a terceira bola do Galo e converteu com categoria, mandando goleiro para um lado e bola para o outro. Rolón bateu em seguida e parou no guardião brasileiro, que voou no canto certo para fazer a defesa. Atlético toma a frente, 2 x 1.

 

Hyoran foi para a quarta cobrança e escorreu na hora do chute, isolando a bola por cima do gol. Na sequência, Izquierdoz pareceu tentar imitar o brasileiro. Não escorreu, mas também mandou por cima do alvo, mantendo o 2 x 1.

Everson chamou a responsabilidade do pênalti decisivo, bateu o quinto pênalti lindamente, no ângulo, com força e garantiu a classificação do Atlético-MG.

View this post on Instagram

A post shared by Minas FM – É tudo de Bom 📻 (@minasfm)

Ouça as cobranças de Pênaltis que classificaram o Atlético para as quartas da Libertadores

 

Fonte: Metropolis

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
plataforma ead
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!