Arana é homenageado e responde pergunta de Oliveira Lima da Minas FM - Portal MPA

Publicidade

Arana é homenageado e responde pergunta de Oliveira Lima da Minas FM

Postado em 11/02/2022 12:30
Publicidade

Guilherme Arana caminha a passos largos para se tornar um dos maiores laterais esquerdos da história do Atlético. Em termos de títulos, está no topo. Em grande fase com a camisa do Galo, ele completou 100 jogos no clube. Homenageado nesta quinta-feira, o jogador falou sobre o futuro. A Copa do Mundo de 2022 é um sonho. Já retornar à Europa não está no campo de obsessões.

Na homenagem pelos 100 jogos, Arana recebeu uma camisa especial das mãos do presidente Sérgio Coelho. O mandatário brincou, falando que teme a chegada de alguma proposta pelo lateral, e que o objetivo do clube é mantê-lo para novas condolências pelos 200, 300 e até 400 jogos. “O Arana está feliz aqui, e o Atlético está feliz com ele”, disse Coelho, enquanto o lateral balançava a cabeça em sinal positivo.

Passagens não muito marcantes por Sevilla e Atalanta representam a experiência de Guilherme Arana no Velho Continente. A sensação é que apenas um clube da mais alta prateleira do futebol europeu teria condições de conquistar o jogador.

“Sai muito jovem mesmo para a Europa, tudo muito novo. Mas foi período muito bom, cresci muito, meu futebol, como pessoa, o extracampo. Às vezes eu encontro o presidente, ele até comentou que tem medo que cheguem propostas, eu falei que estou muito feliz aqui. Se aparecesse alguma proposta hoje, iria pensar duas vezes, não seria novidade, estou maduro quanto a isso. Foco total no Atlético. Foi uma escolha muito certa”.

Aos 24 anos, o camisa 13 vivenciou um 2021 totalmente mágico. Além dos títulos do Brasileirão e da Copa do Brasil pelo Atlético, ele foi medalhista de ouro na Olimpíada de Tóquio. Foi convocado pela seleção brasileira principal. E ainda viu o primeiro filho nascer em abril.

O repórter Oliveira Lima da Minas FM perguntou ao jogador sobre a possibilidade de disputar a Copa do Mundo no Catar, já que o técnico Tite, ao que parece, ainda não decidiu sobre os laterais-esquerdo da seleção, sendo que Arana respondeu:

“Eu trabalhei com o professor Tite, sempre foi transparente. É um cara que eu confio muito. Tudo que ele falou para mim, ele cumpriu. Se eu tiver desempenhando um futebol aqui, pode ser que eu tenha a oportunidade. Estou tranquilo. Os meus concorrentes que jogam na Europa, eles têm qualidades. Basta ao professor Tite ter essa pulga atrás da orelha. Todo treinador quer vivenciar isso. Ter vários brigando. Briga sadia. Mesmo jogando no Brasil, se eu fizer as coisas bem, a tendência é de eu ficar mais próximo ali da Seleção”.

“Deixo o Tite escolher a melhor opção. Todos querem o espaço. Fazendo bom trabalho no clube, me dedicando ao máximo, tenho certeza que posso ganhar a chance de disputar a Copa do Mundo”. 

FUTEBOL MINAS FM

Publicidade