fbpx
Pular para o conteúdo

Matuê e grandes nomes do trap chegam para a Festa Alvoroço

Matuê

Matuê, Wiu, Wesley Gonzaga, Joga 10, Greg e Bernardo Morais vão entregar o principais hits do trap e hip hop nesta sexta – feira dia primeiro de setembro. Os artistas são atração confirmada na festa Alvoroço, que acontece a partir das 22h no parque de exposições de Divinópolis. Embora 90% dos ingressos já estejam vendidos, nesta quarta feira (30) há virada de lote. Nesse sentido, o ouvinte da Rádio 94 Live que havia sido sorteado para o Festival Conecta, pode apresentar o RG na portaria da Festa Alvoroço, e entrar como cortesia.

O evento tem classificação etária de no mínimo 16 anos de idade para pista e 18 anos para o setor camarote. Atualmente é possível comprar tanto os ingressos quanto o estacionamento pelo site divino ticket (clique aqui) Confira detalhes sobre a festa com o promotor Pedro Assis durante participação com Márcio Chula na Rádio 94 Live:

A Ascensão do Trap no Brasil

Desde o surgimento dos primeiros ritmos de rap nas ruas de São Paulo e Rio de Janeiro na década de 80, o Brasil sempre teve uma relação íntima com o hip-hop. No entanto, nas últimas décadas, uma vertente específica desse gênero, o trap, começou a ganhar terreno e hoje domina as paradas de sucessos e as playlists dos jovens brasileiros.

Originalmente oriundo de Atlanta, nos Estados Unidos, o trap funde batidas pesadas com letras carregadas de realidade, emoção e, por vezes, ostentação. Em terras brasileiras, essa mescla encontrou solo fértil, combinando-se com elementos da cultura local e refletindo as desigualdades sociais, sonhos e desafios da juventude.

Artistas como Matuê, MC Kevin o Chris e Djonga têm consolidado o trap como mais que apenas uma tendência passageira. Eles trazem para o mainstream histórias de vida que, até então, ficavam restritas às comunidades periféricas. Além disso, o uso da tecnologia, com produções cada vez mais sofisticadas, eleva o padrão e atrai ouvintes de todos os estratos sociais.

Em suma, o trap no Brasil não é apenas música: é um reflexo pulsante da realidade contemporânea, um grito de resistência e a voz de uma geração.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x