Publicidade

Rascunhos da Vida

Rascunhos da Vida: Eu e “Meu trapo de imundícia”!

Postado em 29/01/2021 6:00

Algumas situações da nossa vida são embaraçosas e inusitadas. Algumas podem ser evitadas, outras não temos como fazê-lo. A verdade é que não temos controle sobre todas as situações, e muitas vezes nos esquecemos disso.

Eclesiastes 10.1

Retirado do site: https://www.freeimages.com/pt/photo/mossy-foot-1316994

Nós da “Banda Refúgio” fomos convidados a ministrar o louvor num Congresso para moças e meninas. Quando chegamos lá ficamos numa sala que seria nosso alojamento, pois éramos os únicos homens no meio de tantas mulheres. Levamos para o Congresso nossos instrumentos, colchonetes, roupa de cama, roupa para quatro (04) dias de encontro. Eu esqueci minhas meias. Isso não é uma coisa boa. Ir para um Congresso com um único par de “meias” não é muito prudente (especialmente no verão).

Advertisement

No primeiro dia, quando terminou tudo lavei as meias e coloquei para secar. No outro dia usei durante todo o dia e lavei novamente. O meu tênis já estava começando a ter um cheirinho estranho. No terceiro dia usei novamente a meia, que apesar de ter sido lavada estava dura feito uma tábua.

Fiquei com ela o dia todo, à noite fui lavar a meia, não dava nem para segurar nela. O meu tênis estava fedendo tanto que precisamos tirar do quarto e colocar no telhado para que pudéssemos dormir. Lavei novamente a meia (parecia que o cheirinho não saia) e coloquei novamente para secar. No quarto dia, peguei a “tabinha” e calcei novamente. Terminado o congresso, quando cheguei em minha casa a primeira coisa que eu fiz foi jogar a meia fora, pois como dizia minha avó “mais parecia um trapo de imundícia”.

Quando li esse texto me lembrei deste acontecimento, mas algo tocou meu coração mais profundamente. Um pequeno ato falho pode tirar todo o cheiro suave de uma vida em busca de santidade. Deus é perdoador, mas é justo. É misericordioso, mas é zeloso. É longânimo, mas aplica sua justiça no tempo hábil. Sendo Ele perdoador, os nossos pecados confessados são perdoados e a sua justiça manifesta sobre nós através do sacrifício único e eficiente de Cristo Jesus na cruz.

Portanto, posso afirmar que “o perdão de Deus não devolve qualificação”. Você pode até ser perdoado por Deus, mas existem alguns atos falhos em nossa vida que nos inibem de sermos líderes espirituais. Por mais que tentemos nos purificar, justificar, ou dar desculpas, alguns atos pecaminosos não permitem que eu fique em frente a um grupo como líder espiritual de uma comunidade.

Pense nisso, existem coisas que podem ser evitadas, pois mesmo não tendo total livre arbítrio, após aceitar a Cristo como único e suficiente Salvador, temos livre agência para escolher quais atitudes tomar e como fugir da tentação. Por isso, evite ficar diante de coisas que possam lhe levar a pecar de forma desastrosa. Pois em alguns casos, não há solução para nossos erros, mesmo havendo o perdão da parte de Deus.

Um grande e forte abraço!
Nos eternos laços do amor de Cristo.

Rodrigo Fonseca Andrade
Um servo que sabe que algumas coisas não podem ser lavadas pela nossa força.

Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

<
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
Autor do blog: Rodrigo Andrade

Rodrigo Fonseca Andrade é um microempreendedor, teólogo e professor de línguas clássicas (Grego Koinê e Hebraico Massorético). Casado com Sílvia e pai de João Victor e Isabelle. Com formação em Tecnologia, Meio Ambiente e Teologia. Tem como objetivo principal tornar o conhecimento teológico simples e abrangente. Sendo assim demonstra através de fatos da vida como Deus é soberano e dirige nossa história pessoal. Neste blog você lerá, lembrará e se identificará com muitos dos fatos bíblicos exemplificados de forma simples e objetiva.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!