Publicidade

Blog Amor Exigente

Amor Exigente estuda em março o tema os recursos são limitados

Postado em 06/03/2021 8:00

“Limite”: é a linha marcatória de parada. É sinal vermelho, pare, estamos correndo riscos. Antes era para as crianças: nada, hoje, para as crianças: tudo… Nossos recursos são limitados. Mas esse “limite” não é um muro insuperável e sim uma linha no chão, é possível ultrapassá-la sem dificuldade e ai mora o perigo. O perigo de enfrentar diversas consequências ruins.

A vida é um conjunto de possibilidades que, dependendo da maneira que lidarmos com ela, resultará em sucesso ou fracasso. Sucesso: quando conseguimos dominar nossas ansiedades, reconhecer nossas dificuldades e limitações, como reconhecer as limitações dos outros. Fracasso: quando passamos por cima de tudo e queremos revelar nossas frustrações com trabalhos que fogem de nosso controle, alem de me prejudicar, também prejudico quem convive comigo. Passamos sobre nós mesmos, desrespeitando todos os nossos limites.

E o pior: nós nos damos conta de que fizemos coisas que podíamos ter feito melhor, ou coisas que podíamos não ter feito. É simples entender isso com os recursos físicos: não podemos fazer mais do que o nosso corpo está preparado para fazer: se não pratico esportes nunca vou dar conta de correr, se faço qual o resultado? Os recursos financeiros também são limitados, e este quando ultrapassado nos trás dores de cabeça bem grandes (dividas e problemas).

Advertisement

O mais difícil é entender os nossos recursos emocionais. Ele também tem limites. Não podemos viver estressados, irritados, e coma não temos a capacidade de suportar todos os sofrimentos da vida passivamente, prejudica nossa qualidade de vida e nossa saúde e o grande perigo são as consequências como doenças sérias, amizades perdidas, relacionamentos desmanchados.

O primeiro passo é reconhecer que nossos recursos são limitados: não podemos resolver um problema se não reconhecer que ele existe. Ai sim nós podemos passar a fase seguinte: trabalhar para expandir estes limites, assim nós podemos ir mais longe sem desrespeitar nossas capacidades.

As nossas metas semanais dentro do AE servem exatamente para isso. Nos ensinam que devemos dar um passo de cada vez. Aprendemos a mudar antigos hábitos, sempre buscando mais qualidade de vida. Se quero comprar um carro, tenho que trabalhar muito antes disso.

Quando notamos que nossos recursos financeiros são limitados, temos a real noção dos maiores limites, pois nossos pais e filhos nunca respeitam os limites impostos por ele. Sendo que muitos de nós submersos nos afazeres diários (trabalhos e atividades) trocamos nossa presença juntos dos filhos e alunos por presentes e brinquedos, e quando se tem muito se tornam emocionalmente desligados, vivendo no seu mundo e para aquilo que interessam.

Não podemos perder a noção de que ALGO EM TROCA DE NADA TEM EXATAMENTE O VALOR DE NADA. Podemos ter a certeza de quanto mais eu der, mais vão considerá-lo mesquinho e vão fazer de tudo para te castigar por não ter ganhado o que queria.

Devemos nos amar primeiro e oferecer um amor com exigência e limites. Porque a chantagem que mexe com o nosso emocional pode ser comparada a um jogo; SE VOCE SAIR DA PARTIDA, O JOGO TERMINA, ou seja, se você não ceder, a pessoa não terá como arrancar algo de você.

A percepção dos limites não deve ser encarada como um fracasso em nossa vida, ao contrário, a noção do limite é como uma bussola que nos ajuda a encontrar o caminho certo a ser percorrido.

Texto: José Tito – Regional Divinópolis

Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

<
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
Autor do blog: Amor Exigente

E um canal destino a levar a mensagem de incentivo e reflexão proposta pelo grupo Amor Exigente.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!