Vereador defende implantação de usina de asfalto e diz que verba já está empenhada só falta prefeitura aceitar

Postado em 21/01/2020 11:11

O projeto está sendo viabilizado pelo vereador Matheus Costa. O recurso será destinado pelo governo federal por intermédio do Senador Carlos Viana que atendeu um pedido do deputado estadual Cleitinho Azevedo. A verba é para compra de uma usina de Concreto Betuminoso Usinado à Quente e um rolo compactador.

Segundo o vereador desde o ano passado foi verbalizado o compromisso de enviar à Prefeitura a verba de mais de R$ 1.500.000,00. Mas nos últimos dias, o projeto tem enfrentado resistência do Executivo Municipal. Durante entrevista ao programa Bom Dia Divinópolis da Rádio Minas FM Matheus enfatizou que a Usina pode fazer Divinópolis parar de tapar buraco para recapear ruas.

 

A prefeitura de Divinópolis emitiu uma nota oficial sobre o assunto. No documento a administração justifica o posicionamento contrário à implantação da Usina. O custo alto de manutenção seria o motivo colocado pelo governo. Veja a nota na íntegra:

Ao publicar nas redes sociais um post destacando o telefone da prefeitura, para que a população possa solicitar informações sobre uma suposta usina de asfalto, o vereador Mateus Costa presta um importante serviço ao Município. Assim, ele permite que o cidadão possa saber a verdade sobre o presente de grego que tentam oferecer ao município.

Quem ainda leva a sério esse tipo de atitude do vereador vai ficar sabendo que estão querendo empurrar nos divinopolitanos uma usina que produz 50 toneladas de massa asfáltica por dia, mesmo o consumo de asfalto de Divinópolis sendo de 80 toneladas por mês.

Guardada as devidas proporções, estão tentando, goela abaixo, repetir a história do Hospital Regional, uma obra que, depois de pronta, vai custar cerca de R$ 120 milhões por ano à Prefeitura. (neste caso, é importante destacar que a conclusão da obra é responsabilidade do Governo do Estado). Por isso, a usina é um ‘cavalo de Tróia’, com o simples objetivo político.

Relata-se o fato de que, para produzir asfalto na propalada usina proposta pelo vereador, necessita de altos investimentos na aquisição, acondicionamento e preparo de insumos, além de autorizações ambientais e treinamento específico, tudo isso para uma subutilização. Deve ser por isso que tal investimento não é usual por parte das prefeituras do porte de Divinópolis.

É preciso destacar que em nenhum momento a Prefeitura irá se omitir de fornecer essas informações a qualquer pessoa que ligar para o número sugerido pelo vereador. Aliás, se o mesmo tivesse feito isso antes da tal postagem, não teria passado por mais esse constrangimento.

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: Este conteúdo é protegido!