Sindicatos são responsáveis por apresentar projeto para garantir o futuro do DIVIPREV

Postado em 28/02/2019 10:40

A decisão de retirada do projeto de segregação de massas foi tomada em acordo entre os vereadores da base e o executivo. O resultado da audiência pública sobre o DIVIPREV foi decisivo na ação de encerrar a discussão sobre a matéria. Os parlamentares afirmam que a proposta não tem hoje apoio dos servidores.

Segundo o líder do governo na câmara Eduardo Print Junior (SD) todos os servidores que discursaram no dia da audiência foram contra a proposta. O parlamentar disse que entende a necessidade e importância do projeto, mas é necessário que os sindicatos da categoria estejam de acordo com a medida.

De acordo com estudo técnico, hoje é necessário a contribuição de aproximadamente 100 funcionários do serviço público para manter uma aposentadoria ativa. Com o passar dos anos a situação deve ficar ainda mais grave. O projeto de segregação de massas propõe um sistema de contribuição diferente como alternativa para dar sustentabilidade ao DIVIPREV.

Como o projeto não teve aval da categoria a Câmara repassou a responsabilidade ao SINTRAM (Sindicato dos Trabalhadores Municipais de Divinópolis) e o SINTEMMD (Sindicato dos Trabalhados da Educação Municipal de Divinópolis). Ficará a cargo dos dois sindicatos apresentarem a proposta de um projeto que busque garantir o futuro previdenciário dos servidores.

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com