Semana de conscientização trabalha a inclusão do deficiente no mercado de trabalho

Postado em 14/08/2019 7:50

Inclusão social através do trabalho. Essa é uma das grandes propostas da lei de cotas. Apesar de ter garantido o direito ela ainda está longe de cumprir a expectativa. A lei de cotas foi criada para garantir a inclusão da pessoa com deficiência no mercado de trabalho. A partir do número de funcionários a legislação exige a contratação de pessoas que se enquadram no critério de deficiência. Apesar da lei ser de inclusão o preconceito ainda existe.

Outro agente importante para inclusão da pessoa com deficiência no mercado de trabalho é a família. Muitas vezes a família impede a ressocialização, na maior parte das vezes com medo de perder o beneficio. Poucas pessoas sabem, mas hoje existe o projeto jovem aprendiz de inclusão social. O deficiente físico de qualquer idade se enquadra no projeto.

Para levantar mais uma vez a bandeira contra o preconceito será realizada em Divinópolis a semana da pessoa com deficiência. Várias atividades terão a finalidade de discutir as propostas e os projetos de inclusão social. Entre elas a proposta de incentivar e facilitar a entrada no mercado de trabalho.

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com