fbpx
Pular para o conteúdo
  • Home
  • Notícias
  • Quadrilha que trocou tiros com a Policia Militar em Brumadinho tinha origem em Divinópolis

Quadrilha que trocou tiros com a Policia Militar em Brumadinho tinha origem em Divinópolis

A quadrilha que entrou em confronto com a Policia Militar durante assalto na cidade de Brumadinho tem origem na cidade de Divinópolis. Três suspeitos de tentar assaltar uma agência da Caixa Econômica Federal, foram mortos na madrugada desta sexta-feira, 14. A PM recebeu informações do setor de inteligência e os militares abordaram a quadrilha no momento em que a agência era explodida. Houve troca de tiros. Nenhum policial ficou ferido.

A quadrilha, com cinco membros, tem origem em Divinópolis e já vinha sendo monitorada por policiais. Os suspeitos teriam marcado um encontro na zona rural de Itaguara, na Grande BH, onda sequestraram um refém, que foi levado ao assalto. O carro dele também foi usado na ação.

Depois da troca de tiros, dois integrantes da quadrilha fugiram e entraram numa casa que fica a cerca de 500 metros da agência bancária. Eles fizeram três pessoas como refém um casal e a filha. Houve negociação entre especialistas do Batalhão de Operações Especiais e os homens se entregaram. Os reféns não ficaram feridos. 

No dia 31 de julho o GAECO deflagrou a Operação “Cangaço” em Divinópolis e na região do Sul de Minas. A ação era parte de uma  investigação com o objetivo de combater uma organização criminosa especializada em roubos a agências bancárias, mediante uso de explosivos e armas de grosso calibre.

Durante a investigação, foram identificados 9 indivíduos residentes em Divinópolis diretamente envolvidos, a princípio, nos roubos às agências bancárias ocorridos nos municípios mineiros de São Gonçalo do Sapucaí no dia 15 de janeiro, Elói Mendes no dia 03 abril, Campo Belo no dia 05 maio e em Pedralva um dia depois 06 de maio.

Na oportunidade, foram cumpridos 6 mandados de prisão e 10 mandados de busca e apreensão em Divinópolis, ocasião em que 5 pessoas foram presas. Alguns suspeitos conseguiram fugir. A Operação “Cangaço” contou com a participação de 2 promotores de justiça, 50 policiais militares, 20 policiais civis, 16 policiais penais, com um total de 25 viaturas e 1 aeronave.

https://www.sistemampa.com.br3/noticias/policial/operacao-cangaco-em-divinopolis-apreende-acusados-de-crimes-realizados-no-sul-de-minas/

https://www.sistemampa.com.br3/noticias/policial/confira-novas-informacoes-sobre-operacao-cangaco-mandados-de-prisao-sao-cumpridos-em-divinopolis/

https://www.sistemampa.com.br3/tv-candides/gaeco-coordena-operacao-cangaco-em-divinopolis-para-combater-crimes-de-roubos-a-bancos/

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x